banner topf

Itens relacionados

quinta, 02 agosto 2018 03:32

CAMILLA KEMP VENCE MISS ACTIVO CUP E SAGRA-SE CAMPEÃ NACIONAL DE SURF

Camilla Kemp viveu, ontem, quarta-feira, um dia inédito na carreira, ao sagrar-se campeã nacional de surf pela primeira vez.

A surfista de Cascais, de 22 anos, garantiu a conquista do título de forma antecipada, depois de ter vencido a Miss Activo Cup, quinta de seis etapas pontuáveis para a atribuição do título nacional feminino e única exclusivamente dedicada ao surf feminino, que se desenrolou ao longo do dia de hoje na Costa Nova, Ílhavo.

Após ter vencido a etapa inaugural da Liga MEO Surf, na Ericeira, e de ter juntado a esses resultados um 5.º lugar no Porto e dois 2.ºs lugares na Figueira da Foz e em Sintra, Camilla alcançou na Costa Nova a segunda vitória do ano, carimbando o título nacional feminino de forma antecipada. “Estou super feliz por ter vencido”, começou por dizer Camilla Kemp, após a cerimónia de entrega de prémios. “E depois receber a notícia de que fui campeã nacional foi incrível. Sempre sonhei com isto, mas nunca tinha conseguido atingir - ficava muitas vezes em segundo…”, lembrou.



Foi em condições bem exigentes, com ondas na casa dos 2 metros, que as melhores surfistas nacionais competiram nesta Miss Activo Cup, prova organizada pela Associação de Surf de Aveiro, que cumpre este ano 30 anos de existência. às tops nacionais juntou-se Inês Santos, que venceu os trials na véspera. De facto, as condições de mar foram ficando cada vez mais difíceis ao longo do dia e, à hora da final (18h00), as ondas chegavam no mínimo aos dois metros. Por isso, é de realçar a coragem e abnegação de todas as atletas, mas especialmente das quatro finalistas, porque foi mesmo preciso querer muito vencer a Miss Activo Cup para encarar o desafio do mar. Camilla Kemp terminou em 1º lugar (6.75 pontos), Yolanda Hopkins foi segunda classificada (3.95), Carol Henrique ficou no terceiro posto (3.50) e Gabriela Dinis acabou no quarto lugar.

 “É a primeira vez que venço aqui. Sempre gostei de vir cá e surfar ondas desafiantes. Esta é uma etapa especial, pois é dedicada exclusivamente ao surf feminino. É uma ótima iniciativa”, frisou Camilla Kemp.

Nem Yolanda Hopkins, que terminou a etapa no 2.º lugar, nem Carol Henrique, que foi 3.ª classificada, e que se apresentavam como principais rivais na luta pelo título, conseguiram adiar a decisão do título para a última etapa da Liga MEO Surf, que se irá realizar de 4 a 6 de Outubro, em Cascais. Destaque ainda para a jovem de Cascais Gabriela Dinis, que alcançou o 4.º posto, depois de nas meias-finais deixar pelo caminho Mafalda Lopes.

“O mar estava um bocado difícil, mas estou satisfeita com o resultado. Eu gosto de ondas grandes e o mar estava assim. Tive dificuldades em chegar ao «outside», mas tentei até conseguir e consegui”. Dizia Gabriela Dinis após a sair da água no heat final.



Dessa forma, Camilla, que aproveitou ainda a ausência de Teresa Bonvalot nesta etapa, deu logo início aos festejos do título e de uma vitória a dobrar em Ílhavo. Camilla Kemp sucede assim a Carol Henrique, que havia vencido o título nacional em 2016 e 2017.

Uma curiosidade ainda em que ambas as atletas que mais se destacaram nesta etapa, a agora Campeã Nacional em título, Camilla Kemp, assim como a Rookie Gabriela Dinis de apenas 14 anos, serem pupilas do treinador de surf e ex selecionador nacional Pedro Barbudo. No caso de Camilla Kemp agora seguida mais de perto pelo treinador de surf Pirret. Parabéns também para o Pedro Barbudo e ao Pirret que vêem assim e mais uma vez o seu trabalho reconhecido da melhor forma.

As melhores surfistas nacionais, lideradas pela nova campeã nacional, voltarão a competir na Liga MEO Surf 2018, entre os dias 4 e 6 de Outubro no Bom Petisco Cascais Pro. Nota ainda para o facto de ser nesta etapa de Cascais que se irá decidir o título nacional masculino, havendo vários surfistas na corrida, liderados pelo campeão nacional em título Vasco Ribeiro.

Perfil em destaque

Scroll To Top