Ordonhas é vice campeão mundial de surf sub 18 e Portugal fica na 6ª posição nos ISA World Junior Championships sexta-feira, 01 dezembro 2023 18:13

Ordonhas é vice campeão mundial de surf sub 18 e Portugal fica na 6ª posição nos ISA World Junior Championships

Brasil vence e Espanha é a nação europeia melhor classificada.

  

Ultimo dia pleno de emoções sorriu a Portugal, sendo agora a 6ª melhor nação de surf junior do mundo à frente de França, ex campeã do mundo. 

Com ondas a rondar o meio metro de altura, aconteceu hoje na Praia da Macumba o último dia de competição da edição 2023 dos Campeonatos do Mundo de Surf Junior da ISA( International Surfing Association). A direcção de prova decidiu terminá-la esta sexta feira, pois a previsão de ondulação para o fim de semana é de mar praticamente flat na Praia da Macumba.

João mendonça alcançou um excelente 5º lugar ao perder nas meias finais no mesmo heat de Ordonhas. ISA 

 

Equipa Portuguesa com 6 atletas no último dia de prova e um sentido de equipa extraordinário:

A equipa Portuguesa tinha neste último dia 6 atletas(1 mulher e 5 homens) que tinham vindo a fazer uma excelente prova. Eram Eles, em sub 16 feminino Teresa Pereira, em sub 16 Masculino Matias Canhoto e Jaime Veselko, em Sub 18 Masculino João Mendonça, Francisco Mittermeyer e Francisco Ordonhas.

Este último viria a tornar-se no final do dia vice campeão do mundo sub 18, somando na final duas boas ondas num total de 14.87 pontos contra os 15,37 pontos do Brasileiro Ryan Kainalo. Aliás nesta categoria foi uma final disputada a três, tendo o Espanhol Kai Odriozola somado um total de 14,24 pontos, estando em luta pela vitória até ao final do heat juntamente com Ryan Kainalo e Francisco Ordonhas. Já o Japonês Enshi Iwati somando duas notas fracas na casa dos 2 pontos, ficava-se pela 4ª posição. Todos os atletas sub 18 Portugueses tiveram uma prestação irrepreensível, demonstrando um elevado nível de surf e sentido de equipa. Estão de parabéns, sendo por muito pouco que Ordonhas não alcançou o título mundial.

 
Mittermeyer - ISA
Teresa Pereira foi a Portuguesa que chegou mais longe alcançando o 10º lugar da geral na categoria sub 16 feminino:
A jovem promessa Lusa Teresa Pereira que viveu uma grande parte da sua vida em San Clemente Califórnia, mostrou-se como um dos principais porta estandartes do bandeira Portuguesa ao efectuar um surf de excelência mostrando uma extraordinária adaptação às ondas e ao jogo de equipa. Aliás Teresa Pereira foi mesmo a surfista que durante o 4º dia de prova efectuou o maior total combinado onde se incluiu uma nota de 9 pontos em 10 possiveis. Parabéns Teresa.
 
Teresa Pereira - ISA
 
Matias canhoto e Jaime Veselko com prestações muito acima da média na categoria sub 16 masculina:

A categoria sub 16 masculina era uma das que tinha maiores expectativas de um bom resultado para este último dia de prova. Matias Canhoto e Jaime Veselko são dois excelentes surfistas e sem dúvida dos melhores do mundo nesta categoria. Jaime no seu heat dos quartos de final acabaria por fazer a melhor onda da eliminatória, um 7,17 pontos em 10 possíveis, faltando-lhe no final uma nota de backup de apenas 3,3 pontos. Tal não veio a acontecer e Jaime perdia ingloriamente. Já Matias Canhoto, conseguia passar na segunda posição da sua eliminatória dos 1/4 de final e assim alcançar as meias finais. Um resultado já por si de excelência, embora Matias tenha surf para mais,  não fossem as poucas ondas que apareceram durante as meias finais e Matias poderia ter feito história ao alcançar a final desta edição 2023 dos Mundiais de Surf Junior da ISA. Parabéns ao Matias e ao Jaime.

 

Foi uma campanha muito positiva feita por toda a equipa junior de surf Portuguesa escolhida a dedo por David Raimundo e Pedro Simão que estão também de parabéns.  
 

 

Jaime Veselko fez a melhor onda do seu heat nos 1/4 de final, faltando-lhe apenas uma onda de backup na casa dos 3 pontos. ISA

 

Espanha a melhor equipa de surf junior da Europa:

Uma das grandes surpresas da competição foi mesmo Espanha que alcançou o 5º lugar da geral monstrando ser a nação Europeia mais forte no surf junior. Espanha tem-se vindo a organizar e os seus resultados estão à vista. Uma Federação que se tem mostrado competente com uma actuação exemplar, tanto a nível institucional como desportiva, com um modus operandi amigável e claro, tornando agora "nuestros hermanos" como os grandes rivais a par de França da nossa equipa das Quinas.

 

O Espanhol Hans Odriozola conquistou o título de campeão mundial junior da ISA na categoria sub 16 - ISA
 

 

Classificação final por equipas(18 primeiras):

 

 
Brasil Campeão do Mundo:

O Brasil jogou em casa sendo por si só uma vantagem. As condições de mar estiveram iguais para todos os surfistas, mas foram mesmo os anfitriões que mostraram uma melhor adaptação. Com uma vitória em sub 18 masculino e dois finalistas na categoria sub 16 masculino, (3º e 4º classificado) o nosso País irmão conseguia a supremacia diante dos fortissimos Estados Unidos(2º), Japão(3º) e Austrália (4º). Estaremos perante uma nova geração de Brasilian Storm? O tempo o dirá.

 

 

 

RESULTTADOS:

 

Team Rankings:

Gold - Brazil

Silver - USA

Bronze - Japan

Copper - Australia

 

Aloha Cup:

Gold - Japan

Silver - Hawaii

Bronze - Spain

Copper - Australia

 

Boy’s U/16:

Gold - Hans Odriozola (ESP)

Silver - Lukas Skinner (ENG)

Bronze - Guilherme Lemos (BRA)

Copper - Ryan Coelho (BRA)

 

Girls U/16:

Gold - Sierra Kerr (AUS)

Silver - Lanea Mons (USA)

Bronze - Eden Walla (USA)

Copper - Clémence Schorsch (FRA)

 

Boy’s U/18:

Gold - Ryan Kainalo (BRA)

Silver - Francisco Ordonhas (POR)

Bronze - Kai Ordriozola (ESP)

Copper - Tenshi Iwami (JPN)

 

Girl’s U/18:

Gold - Anon Matsuoka (JPN)

Silver - Kohai Fierro (TAH)

Bronze - Candelaria Resano (NCA)

Copper - Zoe Chait (USA)

 

Perfil em destaque

Scroll To Top