Matias Canhoto Matias Canhoto WSL / Masurel quarta-feira, 24 agosto 2022 09:08

Liderada por Frederico Morais, armada lusa segue forte no Rip Curl Pro Anglet

Quatro rondas masculinas concluídas.

 

 

O QS 3000 Rip Curl Pro Anglet vai apenas no seu segundo dia, mas já houve muita acção. No primeiro dia de prova, a categoria masculina concluiu as primeiras três rondas. A terceira ronda era onde se encontrava a maior parte dos atletas portugueses, e entre eles houve algumas baixas.

A primeira delas foi Afonso Antunes, que perdeu no heat 2, atrás dos franceses Luan Nogues e Mael Laborde. No heat 6, Hugo Cardoso caiu pelas mãos de Bitor Garitaonandia e Nikita Avdeev. Luís Perloiro enfrentou o conterrâneo Eduardo Fernandes no heat 10. Eduardo venceu o heat, e o 2º lugar foi para Beyrick De Vries. Perloiro ficou para trás. No heat seguinte, José Champalimaud também foi derrotado, por Luis Diaz e Barnaby Cox. 

 

Afonso Antunes. WSL / Masurel

 

João Mendonça em destaque na ronda 3 

 

Mas também houve espaço para triunfos. Além da vitória de Eduardo Fernandes, Matias Canhoto, João Mendonça e Henrique Pyrrait venceram os seus heats - João Mendonça destacou-se com o melhor score total da ronda, 14.56 pontos (em 20 possíveis). A melhor onda do surfista foi um 7.33 pontos (em 10 possíveis). Além deles, Joaquim Chaves e Guilherme Ribeiro também avançaram para a próxima ronda, passando os seus heats em 2º lugar. 

 

Esta manhã foi disputada a quarta ronda masculina, em que alguns portugueses entraram pela primeira vez. Um deles foi Pedro Henrique, que disputou o heat 2 mas acabou por ficar atrás dos seus adversários Timothe Bisso e Noa Leede. Já Joaquim Chaves, no heat 3, passou em 2º lugar, atrás de Marco Mignot. 

O heat 5 foi liderado por portugueses: Matias Canhoto venceu, e Francisco Almeida ficou em 2º. E Frederico Morais foi o vencedor do heat 8, com Ian Fontaine a passar em 2º lugar. 

No heat 8 Portugal sofreu a baixa de João Mendonça, num heat que foi dominado por Beyrick De Vries e Kai Odriozola. Também Eduardo Fernandes caiu, no heat seguinte, derrotado por Mihimana Braye e Kauli Vaast.

Guilherme Ribeiro entrou no heat 13 e conseguiu passar em 2º lugar, atrás de Jorgann Couzinet. O último português a entrar na água foi Henrique Pyrrait, no heat 14. Pyrrait perdeu contra Justin Becret e Sam Piter.

 

Cinco portugueses na ronda 5

 

Cinco portugueses avançaram para a ronda 5 masculina. Eis os seus heats:

 

H1 - Joaquim Chaves x Ramzi Boukhiam x Timothe Bisso x Adur Amatriain

H3 - Matias Canhoto x Andy Criere x Charly Quivront x Ian Fontaine

H4 - Frederico Morais x Francisco Almeida x Paco Alonzo x Charly Martin

H8 - Guilherme Ribeiro x Sam Piter x Marc Lacomare x Mathis Crozon

 

 

Carolina Mendes e Gabriela Dinis avançam na categoria feminina

 

Do lado das mulheres também houve acção. Vimos ontem a eliminação de Beatriz Costa, a única portuguesa na ronda inaugural feminina. Beatriz perdeu para Lise Quenaon e Lilo Mazoyer. Mas de triunfos fez-se a ronda dois, onde competiram Carolina Mendes e Gabriela Dinis. As duas atletas passaram em 2º os seus heats e avançaram para a próxima ronda. Carolina Mendes entrou logo no heat 1 e passou atrás de Anat Lelior. Gabriela Dinis, no heat 3, passou atrás de Sarah Leiceaga. 

 

 

Carolina Mendes. WSL / Masurel

 

A prova avançou agora para a terceira ronda feminina, com os primeiros dois heats já concluídos. Teresa Bonvalot entrou no heat 1 e ficou em 2º lugar, atrás de Anat Lelior. Bonvalot teve um score de 13.73 pontos e uma melhor onda a valer 7.23 pontos. Carolina Mendes entrou no heat 2 e também passou em 2º lugar, atrás de Janire Gonzalez Etxabarri. O heat 4 foi liderado por Gabriela Dinis, e Mafalda Lopes passou em 2º lugar.

Ainda faltam entrar as portuguesas Francisca Veselko (heat 5) e Yolanda Hopkins (heat 8).

O evento pode ser acompanhado aqui.

 

Rip Curl Pro Anglet: Day 1 in the Books, Fun Waves, Sick Action WSL
Scroll To Top