World Surf League e Shiseido renovam parceria para proteger e conservar o oceano Shiseido Blue Project/Bielmann sexta-feira, 11 fevereiro 2022 13:58

World Surf League e Shiseido renovam parceria para proteger e conservar o oceano

A elite anda de braço dado com as questões da saúde dos oceanos.

 

A WSL anunciou ontem, dia 10 de fevereiro, a renovação da parceria com a marca de cosméticos Shiseido pelo segundo ano consecutivo. Procuram dar vida ao compromisso de proteger e conservar o oceano nos eventos do Tour.

“A Shiseido é a parceira da apresentação do próximo Hurley Pro Sunset Beach, a segunda paragem do WSL CT 2022, que acontece de 11 a 23 de fevereiro em Oahu, Hawaii. Juntamente com o Shiseido Blue Projetct e o We Are One Ocean da WSL, haverá um iniciativa durante a janela do evento, trabalhando com Nā Kama Kai e o North Shore Community Land Trust. vamos inspirar surfistas, amantes e entusiastas do oceano em todo o mundo a agir nas suas férias para proteger e conservar o nosso oceano”, pode ler-se no site da WSL.

Aparentemente esta missão já teve início ontem em Kahuku com a iniciativa de Bettylou Sakura, Connor O’Leary, Connor Coffin e Lakey Peterson que semearam plantas e árvore nativas de forma a preservar a costa, os recifes e as ondas. A planta akulikuli “é pioneira e quando plantada na terra começa a espalhar-se e crescer”, mostra a rookie Bettylou.

“Se não tiveres as plantas certas na costa, isso vai afetar negativamente os recifes de corais e, por sua vez, afeta as ondas, por isso é importante saber que plantas ajudam os recifes”, disse Lakey Peterson. A atleta profissional fez ainda um apelo para que se proteja e preserva a costa, começando por atitudes pequenas como fazer a limpeza das praias e ficar a conhecer as plantas nativas da região. “Eduque-se a si mesmo, envolva-se com organizações locais que já têm a informação e consegue ajudar-te a ir na direção correta”

Um importante passo dado para manter e equilibrar o ecossistema local. De acordo com a WSL, a primeira ação de sustentabilidade para 2022 ocorreu como parte do Billabong Pro pipeline, tendo trabalhado com a  Mālama Pūpūkea-Waimea, uma organização sem fins lucrativos para cuidar dos frágeis recifes do Havaí, restaurando a costa, essencial para proteger e conservar as ondas.

 

 

 

 

Itens relacionados

Scroll To Top