quinta-feira, 02 setembro 2021 08:54

Etapas do CT poderão deixar de contar para a qualificação olímpica

segundo rumores...
 
 
O CT foi a principal plataforma de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio
 
O circuito do Championship Tour (CT) de 2019 foi um dos mais disputados na história da World Surf League (WSL) pois não só esteve em jogo o título de campeão mundial mas também a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio onde o surf viu a sua estreia olímpica.
Através do CT, dois surfistas masculinos e duas surfistas femininas de cada país asseguraram as suas vagas, num total de 10 homens e 8 mulheres, sendo o critério de qualificação a sua posição no ranking. Mas tal poderá vir a mudar, segundo rumores.
 
 
 
Rumores apontam para que a ISA crie o seu próprio circuito de qualificação
 
Foram 4 os eventos de qualificação para as olimpíadas de Tóquio - o CT, os ISA World Surfing Games de 2019, os Jogos Pan-americanos de 2019 e os ISA World Surfing Games de 2021.
Segundo rumores, a World Surf League e a International Surfing Association (ISA) só têm um contrato de um ano para que o CT seja um veículo de qualificação para as Olimpíadas e não será renovado.
Fernando Aguerre, presidente da ISA, poderá vir a apresentar um novo circuito de qualificação para os próximos Jogos Olímpicos em 2024.
Será? Teremos de esperar para ver.
 
 
 
Ítalo Ferreira, vencedor da primeira medalha de ouro atribuída a um surfista nos Jogos Olímpicos, qualificou-se para as olimpíadas em 2019 através do CT.
 
 
 
 
Onda de Teahupoo será o palco do surf olímpico em 2024
 
O Comité Olímpico Internacional (COI) confirmou em dezembro de 2020 que o surf fará parte das modalidades representadas nos Jogos Olímpicos de Paris de 2024.  
O surf terá um total de 44 atletas a competir nas olimpíadas, 22 homens e 22 mulheres,que irão representar a modalidade pela segunda vez na história dos Jogos Olímpicos após a estreia nos Jogos de Tóquio deste verão de 2021.
O evento será um dos mais entusiasmantes na história do surf uma vez que a icónica onda de Teahupoo será o palco do surf olímpico.

Itens relacionados

Scroll To Top