terça-feira, 20 julho 2021 10:17

Quanto valem as medalhas olímpicas no Surf? Como vai ser a competição nas olimpíadas?

conquistadas no Japão...

 

Dentro de 5 dias o surf verá a sua estreia olímpica:


Os Jogos Olímpicos de Tóquio têm início marcado para 23 de Julho. A prova de surf começa a 25 de Julho e tem janela de espera até dia 1 de Agosto, pelo que o entusiasmo por ver os atletas competir na estreia olímpica do surf é grande.

 

 



Portugal é uma das nações representadas em Tsurigasaki Beach:

Frederico Morais, Teresa Bonvalot e Yolanda Sequeira são  os atletas que compõem a equipa olímpica de surf portuguesa.
Os surfistas fazem parte da lista de 20 homens e 20 mulheres que vão competir em Tsurigasaki Beach, o palco do surf olímpico. Desde que o surf spot japonês foi anunciado para acolher a competição de surf que os atletas, e não só, esperavam ver condições pequenas, mas tal poderá mudar com a passagem de um tufão pelo Japão. Esta possível mudança nas condições torna a competição ainda mais entusiasmante pelo que tudo pode acontecer nas olimpíadas no Japão.

 

 

 

 

 


As equipas olímpicas:

São 17 os países representados na estreia olímpica do surf. Os 40 competidores que deixarão o seu nome na história da modalidade conquistaram as suas vagas através de diferentes competições, como o Championship Tour em 2019, os ISA World Surfing Games no Japão em 2019, os Jogos Pan-americanos de 2019 no Peru e os ISA World Surfing Games de El Salvador em 2021.

 



Eis os atletas que compõem as 17 equipas olímpicas de surf:



África do Sul
Bianca Buitendag
Jordy Smith (o atleta qualificou-se através do CT mas retirou-se devido a uma lesão e vai ser substituído pelo italiano Leonardo Fioravanti)  

Alemanha
Leon Glatzer

Argentina
Leandro Usuna

Austrália
Owen Wright
Julian Wilson
Sally fitzgibbons
Stephanie Gimore

Brasil
Ítalo Ferreira
Gabriel Medina
Silvana lima
Tatiana Weston-Webb

Chile
Manuel Selman

Costa Rica
Brisa Henessy
Leilani McGonagle

Equador
Dominic Barona

EUA
John John Florence
Kolohe Andino
Carissa Moore
Caroline Marks

França
Jeremy Flores
Michel Bourez
Johanne Defay
Pauline Ado

Israel
Anat Lelior

Indonésia
Rio Waida

Japão
Kanoa Igarashi
Hiroto Ohara
Mahina Maeda
Amuro Tsuzuki

Marrocos
Ramzi Boukhiam

Nova Zelândia
Billy Stairmand
Ella Williams

Peru
Lucca Mesinas
Miguel Tudela
Sofia Mulanovich
Daniela Rosas

Portugal
Frederico Morais
Teresa Bonvalot
Yolanda Hopkins

 

 

 

Teresa Bonvalot e Yolanda Hopkins qualificaram-se para as olimpíadas nos ISA World Surfing Games em El Salvador.

 

Frederico Morais conquistou a primeira vaga olímpica portuguesa nos ISA World Surfing Games no Japão em 2019

 

 



O formato de competição e os heats da Ronda 1 olímpica:
 
A ronda 1 não é eliminatória.
Os atletas são divididos em cinco heats de quatro surfistas cada, com os dois primeiros competidores a avançar diretamente para a ronda 3.
Os dois últimos surfistas terão que competir na primeira ronda eliminatória - ronda 2- que conta com dois heats de cinco atletas cada.
Os três melhores surfistas de cada heat garantirão uma vaga para a ronda 3; todos os outros ficam de fora da competição olímpica.
A ronda 3 é uma fase de eliminação com oito heats de dois surfistas cada - apenas o surfista que terminar em primeiro lugar avança para os quartos-de-final.
Nos quartos-de-final, mais uma vez, apenas os melhores surfistas dos quatro heats passarão para as semifinais.
Nas semifinais, os melhores surfistas classificam-se para a final; os outros dois vão surfat pela medalha de bronze.
 
Na final, o vencedor leva o ouro e o vice-campeão leva para casa a medalha de prata.

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
Quanto vale uma medalha olímpica para o surf:
 
Os Jogos Olímpicos de Tóquio são uma oportunidade única para os atletas que irão representar o surf pela primeira vez na história das olimpíadas.
O evento é uma montra para o mundo que lhes permite chegar a um público mais vasto e inclusive atrair patrocinadores que vêem num atleta olímpico uma oportunidade de visibilidade para as suas marcas.
Conquistar uma medalha olímpica irá catapultar os atletas olímpicos, mas, para os portugueses, também lhes permite receber um prémio pago pelo estado português em reconhecimento do valor e mérito de êxito desportivos.
O valor atribuído pelo estado varia consoante o lugar alcançado no pódio, sendo que uma medalha olímpica de ouro vale 50.000€, uma medalha de prata garante um valor de 30.000 euros e a medalha de bronze dá direito a 20.000€.
 
Conhece no vídeo abaixo o palco olímpico do surf.
 




 

Perfil em destaque

Scroll To Top