Itens relacionados

quarta-feira, 17 março 2021 11:53

Keala Kennelly vence a primeira edição do Red Bull Magnitude

Competição de ondas grandes feminina...

Em dezembro de 2020 a Red Bull anunciou uma nova competição de ondas grandes exclusiva para mulheres, o Red Bull Magnitude, criada com o intuito de coroar as melhores surfistas femininas de ondas grandes da temporada de inverno havaiana de 2020-2021.

A competição tem um formato de vídeo, o que significa que as competidoras puderam enviar clipes das suas ondas surfadas durante o período de 1 de dezembro de 2020 a 28 de fevereiro de 2021 em Waimea Bay, Jaws e Phantoms.

Segundo as regras do evento, as surfistas puderam filmar as suas ondas em qualquer um dos locais durante o tempo definido desde que as ondas submetidas tivessem no mínimo 7 metros.

O painel de juízes incluiu Rochelle Ballard, surfista veterana do Championship Tour e três vezes vencedora do Surfer Poll, Betty DePolito, a primeira mulher a surfar em Pipeline, Kai Lenny, o atual campeão da categoria “Overall Performance” dos Red Bull Big Wave Awards e Mark Healey, vencedor de vários prémios relacionados a ondas grandes, e coroou Keala Kennelly campeã do evento.

 

 

Kealla Kennelly é a campeã da primeira edição do Red Bull Magnitude. Foto: Abby Oh /Red Bull Content Pool

 

 

A big rider havaiana recebeu 25.000 dólares ao vencer a categoria  “Overall Performance” e mais 5.000 dólares ao vencer a categoria “Biggest Wave” com uma bomba de 35 pés surfada num outer reef em Oahu.

“Este ano foi definitivamente um marco”, disse Keala Kennelly. “Não foi apenas porque tivemos um dos maiores swells XXL da década, mas também porque a Red Bull organizou um evento de ondas grandes feminino especializado. Magnitude foi um grande conceito que deu às mulheres uma plataforma e os recursos que faltavam e de que precisávamos ”, continuou Kennelly. “Ter pessoas a filmar e uma equipe de segurança de jet ski dedicada a nós sempre que o concurso era ativado deu às surfistas de ondas grandes a oportunidade de ultrapassar os seus limites com mais confiança e, em seguida, ter um vídeo, não apenas para aumentar os nossos perfis, mas também para rever e aprender.”

 

 

Makani Adric, vencedora da categoria “Runner-Up”, em Waimea. Foto: Christa Funk

 

 

Na categoria “Runner-Up” foi a big rider Makani Adric quem levou a melhor, arrecadando 5.000 dólares, o mesmo valor que Emi Erickson, vencedora da categoria “Best Ride” com uma onda surfada em Waimea Bay.

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top