Foto: Kamala OrBorTor Foto: Kamala OrBorTor

Itens relacionados

quinta-feira, 19 novembro 2020 09:57

INSTRUTORA DE SURF APRESENTA QUEIXA CONTRA UM POLÍCIA POR PORTE DE ARMA PROIBIDA

Na Tailândia...

 

Na passada manhã de segunda-feira (dia 16 Novembro) Jirachaya Sitthichoke encontrava-se na praia de Kamala Beach, Phuket, Tailândia, a conduzir uma aula de surf quando um polícia, o Sr. Sanya, invadiu a mesma e apreendeu o seu equipamento carregando uma Glock – uma pistola semi-automática.

A Sr. Jirachaya apresentou uma queixa na polícia contra o Sr. Sanya por porte de arma de fogo numa área pública sem autorização ou necessária razão, no entanto o Sr. Sanya disse que a operação foi realizada devido ao facto de nenhuma atividade comercial ser permitida naquela parte da praia, e que tem o direito ao porte de arma de fogo em público, já que atuou anteriormente como Chefe do Distrito de Kathu.

 

 

A aula de surf em Kamala Beach foi invadida na manhã de segunda-feira. Foto: Kamala OrBorTor

 

 

“Já pedi que se mudassem e avisei duas vezes, mas eles simplesmente ignoraram-me. Então ontem chegámos à praia e pedimos que se mudassem novamente, e pedimos que pagassem uma multa de 200 Baht como aviso. Eles continuaram a ignorar-me, então apreendemos o seu equipamento ... ”, disse o Sr. Sanya.

“Tenho autoridade para carregar a minha arma, pois já trabalhei com o Escritório Distrital de Kathu. O chefe Kamala OrBorTor também concordou que eu carregasse a minha arma durante o serviço. Isto é normal. Não há necessidade de se preocuparem, não há necessidade de nenhum turista se preocupar ”.

O chefe de polícia de Kamala, coronel Chaiyapreuk Phadiwarakorn, confirmou que a queixa formal foi registrada e que está a investigar o sucedido.

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top