quinta-feira, 27 agosto 2020 09:35

EQUIPA DE INVESTIGAÇÃO TRANSFORMA ÁGUA SALOBRA EM ÁGUA POTÁVEL EM 30 MINUTOS

Através de técnica com luz solar...

A maior parte de nós tem o privilégio de ter acesso a água potável facilmente todos os dias, mas infelizmente esta não é uma realidade para todos.

Atualmente, cerca de 2 biliões de pessoas vivem em regiões com escassez de água e 3,5 biliões podem ficar sem água até 2025, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

Este é uma realidade preocupante, mas um artigo publicado na revista Nature Sustainability, que relata o trabalho de uma equipa de investigação, mostra como podemos reverter esta situação através da luz solar.

O uso de luz solar para transformar água salobra em água potável não é algo novo.

Em 2019, a organização não governamental 'GivePower' construiu a sua primeira Quinta de água solar no Quénia, que transforma a água salgada da região em água potável limpa e sustentável.

Os primeiros testes foram realizados em Agosto em Kiunga e revelaram ser um sucesso tendo melhorado a vida de muitos habitantes locais.

Enquanto que o uso de luz solar já vem a ser utilizado para melhorar a qualidade da água em zonas como Kiunga, a nova investigação conseguiu potenciar o seu uso.

Uma equipa de investigação global conseguiu transformar água salobra em água potável em menos de 30 minutos através da utilização de uma estrutura de metal-orgânico (MOF) e luz solar.

As experiências de dessalinização demonstraram que o PSP – MOF funciona de maneira eficiente para a dessalinização de água conseguindo gerar 139,5 litros de água limpa por quilograma de MOF por dia com um baixo consumo de energia.

Este trabalho abre uma nova direção para o design de materiais responsivos a estímulos para dessalinização e purificação de água com eficiência energética e sustentável.

 

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top