Itens relacionados

sexta-feira, 14 agosto 2020 09:57

FILHOS DE PAT CURREN CRITICADOS PELA SITUAÇÃO PRECÁRIA EM QUE O SHAPER VIVE

E que levou à criação de uma campanha de angariação de fundos...

No passado domingo, Paul Schmidt, um shaper de Nova Iorque, criou uma campanha de angariação de fundos para apoiar o lendário big-rider e shaper Pat Curren.

Na página da GoFundMe, que recebeu o nome Friends of Pat Curren, Paul Schmidt relata a situação precária de Pat Curren, pai do tricampeão mundial Tom Curren, que celebrou 88 anos no passado dia 9 de Agosto.

De momento, Pat vive numa carrinha no parque de estacionamento de Swamis, Califórnia, com a sua mulher e a filha com necessidades especiais.

A carrinha não tem casa-de banho privada nem espaço suficiente para a família dormir, o que leva Pat a fazer uma cama nos fundos da Tahoe há um ano. Mary recebe alimentos de bancos de alimentos locais, quando possível, e a família corre o risco de perder o pouco que lhes resta, incluindo a sua carrinha.

A campanha apela a que ajudem Pat a conseguir um teto mais permanente sobre as suas cabeças e obter o tão necessário descanso, cuidados de saúde, comida e espaço para trabalhar, tendo até ao momento já arrecadado mais de 61.000 dólares.

A situação de Pat era desconhecida do grande público, o que levou fãs do shaper a deixar críticas nas páginas das redes sociais dos seus filhos Tom Curren e Joe Curren que se mostraram surpresos com a criação da campanha defendendo a sua boa ligação com o pai referindo que este tem recusado a sua ajuda.

 

 

Pat e Tom Curren na 12ª Gala Anual do Museu de Surf da Califórnia     Foto: California Surf Museum

 

 

“Tenho recebido muitas perguntas e lido histórias sobre uma campanha go fund me criada recentemente para o meu pai, pedindo US $ 100.000 para ajudá-lo com questões financeiras.” – escreveu Joe Curren na sua página de instagram.

“Sim, é verdade que ele está a lutar financeiramente. A verdade é que isso já vem a acontecer há muito tempo. Falo por toda a família Curren quando digo que amamos e nos importamos muito com o meu pai. O meu irmão Tom e eu, as minhas irmãs Anna e Malie, os irmãos do meu pai Mike e Terry e toda a família temos tentado silenciosamente ajudá-lo, fazendo o melhor que podemos, por anos e anos. Tem sido desafiador e complicado e sempre nos deparamos com um grande obstáculo. Não conhecemos a pessoa que começou o go fund me. Ouvimos falar pela primeira vez sobre a campanha no domingo de manhã, no aniversário do meu pai, depois de ter sido lançada. Ficámos surpresos e desapontados por não termos sido avisados sobre a campanha com antecedência. Sempre respeitámos o desejo do meu pai de manter este tipo de coisas privada. Agora tornou-se público. É bom ver as declarações positivas feitas sobre o meu pai. É triste ver os comentários negativos ditos por pessoas que não conhecem a história toda. Esperamos que o meu pai receba o dinheiro, ele merece.”

Perfil em destaque

Scroll To Top