Foto: Eva Marie Uzcategui/AFP/Getty Images Foto: Eva Marie Uzcategui/AFP/Getty Images
terça-feira, 24 março 2020 10:34

AS MEDIDAS IMPOSTAS NA AUSTRÁLIA, PORTUGAL E OUTROS DESTINOS DE SURF FACE AO COVID-19

e o impacto que têm tido no surf...

 

O novo surto de Covid-19 tem afetado Portugal e o mundo desde que surgiu na China em Dezembro de 2019.

A transmissão desta infecção viral contagiosa, que causa doença respiratória leve na maioria das pessoas, ocorre através do contacto com gotículas respiratórias que contêm o vírus, produzidas quando um indivíduo infeccioso tosse ou espirra. Como consequência, o comportamento individual é essencial para conter a disseminação do vírus e envolve a responsabilidade pessoal por medidas como práticas regulares de higiene, auto-isolamento precoce e distanciamento social pessoal.

O distanciamento social é uma das principais medidas atualmente utilizadas em todo o mundo para limitar severamente a transmissão do vírus.

Vários países europeus, e outros como a Austrália, restringiram o acesso às praias após se ter assistido a um grande aglomerado de pessoas em várias praias quando o tempo se apresentava convidativo, como foi o caso da Praia de Carcavelos em Portugal e em Bondi Beach na Austrália, o que levou a que surfistas se vissem impedidos de surfar.

Todas as praias do leste de Sydney fecharam no passado Domingo para reforçar o distanciamento social, impedindo a pratica de surf. O ministro federal da saúde, Greg Hunt, considerou o facto de a praia ter estado lotada dias antes como “inaceitável”, o que levou o governo de NSW a anunciar que qualquer praia onde se encontrassem mais de 500 pessoas deve ser fechada.

 

Em Bondi Beach os nadadores salvadores têm informado que a praia está encerrada a surfistas e nadadores.  Foto: Loren Elliott/Reuters

 

Já as praias na Califórnia estiveram repletas de gente no passado fim-de-semana tendo a enorme multidão ignorado os avisos do governador Gavin Newsom.

O governador da Califórnia ordenou que os quase 40 milhões de habitantes do estado ficassem em casa a partir da passada sexta-feira para ajudar a impedir a propagação do coronavírus, mas os habitantes não alteraram os seus hábitos o que levou a autoridades de várias cidades a pedir o encerramento de praias.

O Mayor de Los Angeles, Eric Garcetti, disse que as autoridades considerariam o encerramento de praias, se necessário, e no domingo, a cidade de Santa Mónica anunciou que iria fechar os seus estacionamentos na praia devido ao grande número de visitantes tendo aconselhado as pessoas a evitar as praias, ciclovias e o Parque Palisades.

Ainda no Domingo, a equipa de funcionários da polícia de Laguna Beach divulgou uma declaração a pressionar o Conselho Municipal de Laguna Beach a fechar imediatamente todas as praias e parques da cidade, impedindo assim a prática de surf.

 

Na cidade de Sonoma todos os parques e praias foram encerrados a partir de hoje, até novo aviso.  Foto: Maggie Fusek / Patch

 

Bali, outro grande destino de surf, tem visto bastante menos trânsito nas ruas, menos gente nas lojas e cafés e menos crowd nas suas principais ondas, apesar disso o Governo local ordenou que se fechassem todas as praias a partir desta terça-feira.

Esta quarta feira, em Bali, celebra-se o dia do silencio (Nyepi) em que não é permitido sair de casa e, ou, acender as luzes à noite, mas a dúvida está no Pós Nyepi. A cerimónia junta todos os anos dezenas de milhares de pessoas nas cerimónias hindus do ano novo da ilha e caso isso aconteça haverá uma violação dos apelos do governo indonésio por distanciamento social, uma medida que os especialistas temem que leve a um perigoso aumento nos casos de Covid-19.
Vamos aguardar por mais desenvolvimentos aqui.



Uma praia quase deserta na Indonésia após o surto ter chegado à ilha. Foto: AFP

 

Em Portugal, a definição de “aglomerado de pessoas” passou para 2 pessoas estando o surf interdito e sujeito a penalizações pelas forças de segurança.

Por sua vez na Nova Zelândia a prática de surf ainda é permitida desde que os surfistas mantenham distanciamento social. Mas isso pode mudar a qualquer momento, pelo que os Clubes de surf em todo o país pedem aos surfistas que estejam vigilantes e atentos durante esta altura crítica para evitar o encerramento de praias.

"Se o parque de estacionamento estiver muito movimentado ou muita gente dentro de água, vá para casa e relaxe ou encontre outro local. Se estiver a surfar, faça uma sessão de surf curta para que outros também se possam divertir. Nesta fase, fomos instruídos a isolarmo-nos para garantir que nos mantemos uns ao outros em segurança; portanto, faça disso a sua prioridade.", disse Mark Dwyer, presidente do New Plymouth Surf Riders Club.

Perfil em destaque

Scroll To Top