Itens relacionados

quarta, 18 março 2020 15:28

O IMPACTO DO CANCELAMENTO DAS ETAPAS DO TOUR MUNDIAL PARA OS ATLETAS

Do CT e do QS...

 

Na passada segunda feira a World Surf League (WSL) anunciou que todas as etapas de todos os tipos estão canceladas ou adiadas até final do mês de Maio devido à expansão contínua do Covid-19. Isto inclui todas etapas do tour mundial que estavam agendadas para a Austrália,  Snapper, Bells, Margaret River, bem como o Quiksilver Pro G-Land, possivelmente a prova mais aguardada de 2020, que na melhor das hipóteses, será deslocado para uma área com melhores infraestruturas.

Mas o que significa esta situação para os atletas que competem no Championship Tour (CT) e na Qualifying Series?

Para os atletas do CT, cada etapa cancelada significa menos uma hipótese de conquistarem os seus apelativos prémios monetários. Mas, segundo o atleta australiano Connor O'Leary disse recentemente em entrevista à Tracks, o cenário não é assim tão mau, uma vez que, o livro de regras da WSL contempla este tipo de situações. Resumindo, isto significa que por cada evento cancelado os atletas receberão o prémio monetário referente ao último lugar.

No caso dos atletas masculinos estão em causa 10.000 dólares, enquanto que para as atletas femininas o valor é de 10.500 dólares. Assim, se todas as etapas do tour mundial tivessem de ser canceladas, cada atleta masculino arrecadaria 110.000 dólares no final da temporada e cada atleta feminina 115.000 dólares.

 

Foto: WSL / ED SLOANE

 

Para os atletas da Qualifying Series o cenário não é tão reconfortante uma vez que se não competirem nas etapas do circuito de qualificação mundial não têm hipóteses de lutar pelos seus prémios monetários, para além de verem os seus sonhos de se qualificarem para o CT cada vez mais longe.

Neste momento, vivemos tempos de incerteza em que ainda ninguém sabe quando será seguro retomar a competição mundial, ou se haverá sequer condições para fazer etapas suficientes para poder coroar um campeão mundial de surf.

Segundo Connor O'Leary, é possível que a WSL possa coroar um campeão com a realização de apenas 5 etapas, tal como aconteceu em 2001 quando o ataque às Torres Gémeas de Nova Iorque causou um forte impacto no tour, tendo a entidade coroado CJ Hobgood campeão mundial.

Perfil em destaque

Scroll To Top