banner topf
terça, 01 outubro 2019 09:57

INVESTIMENTO DE 13.8 MILHÕES DE DÓLARES EM PISCINA DE ONDAS REDUZIDO A ZERO

Um ano depois...

Adam Neumann, co-fundador da WeWork, uma empresa imobiliária americana que fornece espaços de trabalho compartilhados para startups de tecnologia e serviços para outras empresas, foi derrubado do seu cargo de CEO da empresa que em 2018 se encontrava com 1.9 biliões de dólares de prejuízo.

Em 2016 Neumann levou a empresa a investir 13,8 milhões de dólares na Wavegarden com o objetivo de que o WeWork incorporasse o espírito de comunidade que o co-fundador encontrou no surf, segundo disse na altura o Wall Street Journal.

A empresa espanhola em cujo sucesso o WeWork apostou milhões construiu três unidades em Espanha, Reino Unido, e Austin, Texas, mas a última encontra-se atualmente fechada.

A unidade de Austin, construída em 2014, enfrentou uma uma ação do Condado de Travis alegando que o Wavegarden não atendia aos requisitos de saúde do estado para piscinas públicas nem tinha solicitado as permissões necessárias, tendo posteriormente a empresa chegado a um acordo com as autoridades tendo a mesma sido inaugurada em 2017. No entanto, apenas um mês após a sua abertura, a unidade viria a fechar portas devido a danos sob o Wavegarden que se encontra agora na propriedade da World Surf League que comprou a mesma com o intuito de a reconstruir.

O investimento da WeWork no Wavegarden surgiu na mesma altura em que a empresa se expandiu para outros investimentos com o intuito de aumentar a sua oferta de produtos, mas dois anos após o investimento as perdas e a receita da WeWork vieram a duplicar para 1,9 e 1,8 biliões de dólares, respectivamente.

Adam Neumann levou a empresa a investir milhões no Wavegarden Foto: Getty

Neumann tinha planos para a empresa entrar no mercado de ações pela primeira vez, mas estes acabaram por não se concretizar após o empreendedor ter sido afastado do seu cargo numa altura em que os investidores levantaram preocupações sobre as suas crescentes perdas e o modelo de negócios.

Para muitos, o amor ao surf não tem preço, mas para o co-fundador da WeWork teve um custo de mais de 13.8 milhões de dólares e o seu afastamento como CEO da empresa.

Perfil em destaque

Scroll To Top