banner topf
Imagens de satélites da NASA mostram a dimensão dos incêndios na Amazónia Imagens de satélites da NASA mostram a dimensão dos incêndios na Amazónia
quinta, 22 agosto 2019 09:48

INCÊNDIO DESCONTROLADO NA AMAZÓNIA É VISÍVEL DO ESPAÇO

O aumento da desflorestação e das queimadas na Amazónia está a tornar o pulmão do mundo num local irreconhecível...

A floresta da Amazónia está a arder descontroladamente o que já levou a população de São Paulo a queixar-se do ar irrespirável e das cinzas que caem do céu.

Segundo Roldan Muradian, professor de economia ambiental da Universidade Federal Fluminense, houve uma coordenação de várias pessoas num plano de, no mesmo dia e à mesma hora, iniciar vários fogos na floresta da Amazónia. Os fogos tomaram proporções tão grandes que levaram o fumo originário dos incêndios a cobrir a cidade de São Paulo, a maior do Brasil, deixando a cidade parecer estar de noite às 15:30 na tarde de segunda-feira.

 

A floresta da Amazónia tem um papel muito importante na regulação do clima em todo o globo, o que leva ambientalistas e governos mundiais a preocuparem-se com estes incêndios que já duram há vários dias, sendo já visíveis do espaço, e que levaram o estado da Amazonas a decretar estado de emergência no inicio deste mês.  

 

Adriane Muelbert, ecologista que estudou o impacto do desmatamento da Amazónia na mudança climática, também defende que os incêndios não foram causados por causas naturais, mas sim devido ao desmatamento que tem vindo a modificar drasticamente a floresta no intuito de plantar soja, colher madeira, ou abrir caminho para pastagens lucrativas.

“É uma tragédia”, diz Adriane Muelbert sobre os incêndios e desmatamento por trás deles, “Um crime contra o planeta e um crime contra a humanidade”.

 

Foto: Marizilda Cruppe/Greenpeace)

 

A desflorestação ilegal e queimadas não autorizadas tem vindo a impactar negativamente a maior floresta tropical do mundo, famosa por sua biodiversidade, mas o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, não parece preocupado com este fenómeno dizendo que o elevado número de incêndios na Amazónia é normal, uma vez que estamos na época de queimadas.

O presidente chegou a dizer que os incêndios poderiam ter sido provocados por ONG´s como resposta aos cortes de fundos do governo destinados a programas relacionados com a proteção do ambiente.

O presidente defende ainda um aumento das áreas para mineração na Amazónia, incluindo em terras indígenas protegidas, e a sua despreocupação com os descontrolados incêndios levou a que lhe atribuíssem a responsabilidade da destruição da Amazónia, floresta onde ocorrem mais de metade dos incêndios do Brasil.  

A Amazónia é também o palco de uma das ondas mais interessantes do planteta, a Pororoca do Rio Araguari que chegou até a acolher várias competições de surf.


Perfil em destaque

Scroll To Top