banner topf
Foto: ABC North Coast Foto: ABC North Coast
sexta, 16 agosto 2019 17:24

ATAQUES NAS REDES SOCIAIS LIVRAM MARK THOMSON DA CADEIA

Após o ataque à ex-surfista profissional, Joodie Cooper...

Um ano após a agressão de Mark Thomson, pai do shaper Daniel “Tomo” Thomson, a Joodie Cooper, o tribunal  local de Ballina, na Austrália, anuncia a sentença ao surfista, um mês depois deste ter sido considerado culpado pelo ataque.

O incidente ocorreu durante uma sessão de surf em Lennox Head, na Austrália, quando Mark Thomson dropinou a ex-surfista profissional, Joodie Cooper, e após ser repreendido por esta, agarrou-a pela cabeça mantendo-a debaixo de água repetidamente.

O ataque continuou até à ex-atleta fingir estar inconsciente, mas Thomson disse ao tribunal que pensou que era ele que estava a ser atacado quando sentiu um forte impacto no meio das costas e não tinha ideia do que o tinha atingido.

No entanto, o tribunal não considerou a sua história credível, considerando-o culpado, mas ataques sofridos nas redes sociais acabaram por o ajudar a evitar a prisão.

A juíza que presidiu ao julgamento aceitou uma apresentação do advogado de defesa, Andrew Sochacki, afirmando que as redes sociais estavam a "implorar por sangue" e que o seu cliente sofreu distúrbios psicológicos como resultado destes abusos.

Os comentários nas redes sociais podem ter atingido o ego de Mark Thomson, mas numa reviravolta inesperada acabaram por o ajudar a livrar-se da prisão pois foram determinantes para levar a juíza a impor ao surfista uma sentença de 300 horas de serviço comunitário emitido com uma ordem de correção comunitária de dois anos.

Perfil em destaque

Scroll To Top