Ondas de Punta Borinquen passam a ser protegidas. Ondas de Punta Borinquen passam a ser protegidas. Foto: DR

Itens relacionados

sexta, 04 janeiro 2019 09:55

Porto Rico vê declarada 11.ª Reserva Mundial de Surf

Candidatura aprovada, já só falta a cerimónia oficial... 

 

A nova Reserva Mundial de Surf detém 8 quilómetros de extensão e fica na zona costeira de Aguadilla, entre Crash Boat e Surfer’s Beach, conhecida como Punta Borinquen, em Porto Rico

 

É a primeira vez que a ilha e toda a região das Caraíbas recebe tal distinção por parte da organização Save The Waves Coalition, juntando assim a Noosa, Manly Beach e Snapper Rocks na Austrália, Malibu e Santa Cruz na Califórnia (EUA), Todos Santos no México, Punta de Lobos no Chile, Huanchaco no Peru, Ericeira em Portugal, e Guarda do Embaú no Brasil.

 

Neste campo, vale ainda realçar que a Reserva Mundial de Surf da Ericeira celebrou no passado dia 14 de outubro de 2018 sete anos desde que recebeu tão importante distinção e honra. A Reserva Mundial de Surf da Ericeira é a única na Europa e a segunda a ter recebido o galardão à escala global.

 

Depois da devastação, mortes e caos financeiro provocado pela passagem do furacão Maria, em setembro de 2017, este é, sem dúvida, uma boa forma de iniciar 2019 e um prémio francamente motivador para a comunidade local. 

 

“Todos os anos recebemos propostas de destaque que tornam a nossa decisão muito difícil. Dada a elevada capacidade, experiência e comprometimento na sua candidatura, e também dado o incrível apoio em consequência do furacão Maria, eles conseguiram unir-se. A decisão deste ano a favor de Punta Borinquen foi quase unânime”, disse Nik Strong-Cvetich, diretor executivo da Save The Waves. 

 

Desta forma, e a partir deste momento, todas as ondas que fiquem situadas na extensão de 8 km anteriormente indicada serão protegidas. Segundo Otto Flores, conhecido ambientalista e surfista local, a candidatura era para ter seguido em setembro de 2017, mas os planos tiveram que ser adiados devido ao furacão.

 

“Nós estivemos em contenção com Noosa, que recebeu a distinção em novembro de 2017, mas em vez de sermos negados acabámos por ganhar algum tempo com tudo o que aconteceu com a tempestade”, explicou. 

 

Dito isto, só nos resta dizer: bem-vindos a bordo! 

Perfil em destaque

  • Miguel Castro Miguel Castro

    Voltamos a descer a costa para falarmos com um talento do surf nacional… 

Scroll To Top