Sétimo título para a australiana Stephanie Gilmore. Sétimo título para a australiana Stephanie Gilmore. Foto: WSL/Cestari

Itens relacionados

terça, 27 novembro 2018 09:09

Stephanie Gilmore alcança sétimo título mundial no Maui Pro

Primeiro dia em Honolua Bay foi impressionante e revelou muitas novidades... 

 

A última etapa do Championship Tour feminino da WSL, o Beachwaver Maui Pro, iniciou ontem e viu Stephanie Gilmore alcançar o sétimo título mundial da carreira. Para viver este momento histórico a australiana beneficiou do afastamento da norte-americana Lakey Peterson, que estava na corrida ao título, às mãos da havaiana Alana Blanchard, no Round 2 (13,10 x 10,54 pts). 

 

“Eu não estava à espera que isto acontecesse tão cedo”, começou por dizer Gilmore, “Estava a sentir-me muito nervosa, pois esse Heat com a Alana foi muito intenso. Ainda não posso acreditar. Quero apenas agradecer a todos, aos meus amigos e família e a todos que me puseram aqui e me deixam fazer o que faço. Este título gostaria de dedicar a Pierre Agnes”. (N.R.: CEO da Quiksilver que desapareceu no mar a 30 de janeiro)

 

 

Esta nova conquista leva Stephanie Gilmore a igualar o recorde de Layne Beachley, que registava também 7 títulos mundiais femininos, e coloca a australiana, de 30 anos, numa elite muito especial - apenas outros dois surfistas alcançaram este feito: Beachley (Austrália) e Kelly Slater (EUA). 

 

 

Vale realçar que o primeiro título de Steph havia sido conquistado em 2007, com apenas 19 anos, e o último em 2014. Porém em 2018, com vitórias em Bells Beach, Rio e Jeffrey’s Bay, segundos lugares em Huntington Beach, Surf Ranch e Hossegor; o domínio da australiana foi por demais evidente e esta acaba por levantar a taça. 

 

Em ondas bem desafiantes, perfeitas e com tamanho, eventualmente uma das melhores etapas da presnete temporada, o primeiro dia de competição em Honolua Bay viu três rondas serem concluídas, estando agora os 1/4 de final alinhados.

 

 

Stephanie Gilmore detém um recorde de quatro vitórias nesta prova havaiana e poder terminar a temporada com uma nova conquista seria a cereja em cima do bolo. No entanto, há que ter em conta a concorrência: Sally Fitzgibbons (Austrália) está fortíssima e registou o maior score do dia (17,60 pts), enquanto Carissa Moore, a competir em casa, e com pontuações igualmente altas, pode também ter uma palavra a dizer. 

 

Confirmadas estão também as saídas do WCT de Sage Erickson (EUA), Keely Andrew (Austrália) e Silvana Lima (Brasil). 

 

1/4 de final: 

 

QF 1: Sally Fitzgibbons (AUS) vs. Malia Manuel (HAW) 

QF 2: Stephanie Gilmore (AUS) vs. Johanne Defay (FRA)

QF 3: Tatiana Weston-Webb (HAW) vs. Courtney Conlogue (USA)

QF 4: Carissa Moore (HAW) vs. Paige Hareb (NZL)

 

Continua a acompanhar, mais logo, a partir das 17h, AQUI

Perfil em destaque

  • Tiago Faria Tiago Faria

    Nova semana, novo talento do surf a ser revelado… 

Scroll To Top