Liam e Garret Mcnamara Liam e Garret Mcnamara Arquivo pessoal Liam Mcnamara

Itens relacionados

quinta, 11 julho 2019 11:02

"CIRCUITO DE QUALIFICAÇÃO DA WSL É UM PESADELO"

Quem o diz é o Havaiano Liam Mcnamara...

"Prova disso é que o líder atual do circuito de Mundial de Qualificação (o Brasileiro Jadson André) é neste momento o ultimo classificado do Dream Tour. (Championship Tour da WSL)." -  Liam Mcnamara pegou neste facto e aproveitou para pedir encarecidamente à WSL que modifique os modo de qualificação dos surfistas para o Dream Tour (CT).

Liam Mcnamara de 50 anos de idade nasceu em Berkeley na Califórnia tendo começado a surfar aos 9 anos de idade. Cedo se mudou com a sua familia para a Ilha de Oahu no Hawai. Irmão mais novo de Garret Mcnamara, Liam é um famoso goofy footer e big wave rider havaiano, neste momento propriétário de uma surf shop no North Shore do Hawai. Liam é conhecido por ser uma pessoa frontal e não ter papas na lingua.

Eis as suas declarações (na sua página do facebook):


"A meio do ano competitivo da WSL tenho uma pergunta?
Quando é que a WSL perceberá que o atual wsl.qs é basicamente uma piada e tem sido o tour do pesadelo com a pior maneira de qualificar os surfistas profissionais para o dream tour !! Aqui está um exemplo muito real:
Há um surfista que é o numero 1 no tour de qualificação neste momento e que se encontra no último lugar no tour @wsl WCT!
Se este não é o dado mais factual que prova que o WQS é um pesadelo e precisa ser mudado para elevar o desporto do surf! Eu já disse isto antes, é como fazer um tour de ping pong para uma qualificação para Wimbledon ou fazer um tour de Carts para se qualificar para a NASCAR!

Quando vamos qualificar as pessoas certas, já são quase 2 décadas e a @wsl tem feito pouco ou nenhum esforço para mudar isto !!" -Liam Macnamara:

 

De facto e não é necessário estarmos muito atentos para perceber que as provas por onde o circuito mundial de qualificação da WSL passa, (no que diz respeito aos eventos 6000 e 10,000) pouco ou nada têm a ver com as ondas do dream tour(Exceto Hawaii). E isso é algo que com certeza a World Surf League estará a analisar para potencialmente alterar uma realidade que é no fundo injusta para a verdade desportiva e para os atletas que surfam bem as melhores ondas do planeta, e são precisamente esses que os fãs e a WSL pretendem ver no Dream Tour ( CT).

Perfil em destaque

Scroll To Top