Kikas despede-se da etapa portuguesa com um 9.º lugar. Kikas despede-se da etapa portuguesa com um 9.º lugar. Foto: Rita Neves

Itens relacionados

quinta, 18 outubro 2018 14:47

Nono lugar para Frederico Morais no CT de Peniche

Português não consegue superar confronto da quarta ronda da competição... 

 

Quatro minutos iniciais do Heat 2 do Round 4 sem ondas por parte dos três competidores. Michel Bourez e Gabriel Medina fizeram a primeira troca de ondas, mas foram daquelas sem grande potencial e para substituir mais tarde. Frederico Morais, com a prioridade, manteve-se concentrado e focado no line up, como que a aguardar uma oportunidade. 

 

Entretanto, nos instantes seguintes, Medina apanha uma série consecutiva de três ondas e duas acabam mesmo por se tornar nas suas mais fortes (5.00 + 5.00). Dois trancadões de backside, em cada onda, a merecerem precisamente a mesma nota. 

 

Neymar, na zona de atletas, presente em Peniche a apoiar Medina, camisola amarela neste momento, pareceu gostar, abanou a cabeça para cima e para baixo como que a dar o seu aval ao ótimo desempenho do amigo. 

 

A resposta dos adversários não tardou, mas foi melhor a do taitiano (com um reentry de backside na esquerda = 3.67 pts) uma vez que o português caiu na finalização e recebeu apenas 1.63 pontos. 

 

Com 12 minutos por cumprir, Gabi acaba por fazer a diferença no Heat numa direita onde, após atravessar o tubo, vai com tudo em direção ao lip e dá-se bem. É premiado com 6.67 e aumenta e distância, o fosso entre o segundo e terceiro lugares. Na areia houve quem dissesse que o brasileiro foi pontuado por baixo face ao elevado coeficiente de dificuldade dessa onda. A discussão está aberta... 

 

Para já, o brasileiro estava a cumprir e a mostrar-se confiante, a dar mais um passo de gigante rumo a um novo título mundial (depois de ter conseguido o primeiro em 2014). Com 7 minutos por cumprir, Michel Bourez, em segundo, precisava de 8.00 pontos, e Frederico Morais, em terceiro, precisava de 4.37 pontos. 

 

Até ao final, Michel “The Spartan” ainda apanha mais uma onda onde consegue colocar duas manobras, limpando o backup de 2.10 com 4.17 pontos, e desta forma aumenta também o requisito para Morais que passou a ser de 5.84 pontos a menos de um minuto do fim. 

 

 

A situação não mudou e Kikas termina mesmo em terceiro lugar com um score de 3.63 pontos, algo que não é muito comum da sua parte, pois o surfista português é conhecido por perder sempre com pontuações elevadas. Frederico sai da etapa portuguesa com um 9.º lugar e 3700 pontos para o ranking do World Tour. 

 

Na prática, como só contam os melhores 9 resultados entre um total de 11 etapas, isto significa que vai substituir um 25.º lugar (420 pontos) e ficar agora com um total de 19645 pontos, podendo mesmo ultrapassar Yago Dora na tabela (em 21.º com 18400 pontos). Contudo, temos que aguardar pelo final da prova para ter uma noção mais apurada. 

 

Logo depois, corria o Heat 3 (Joan Duru, Kanoa Igarashi e Wade Carmichel), Travis Logie, Comissário da WSL, aproveitou para anunciar que o terceiro dia de prova ficaria por ali e que o Heat 4 (Ace Buchan, Julian Wilson, Owen Wright) seria o primeiro de sexta-feira, com “call” marcado para as 8:00. 

 

 

MEO Rip Curl Pro Portugal Round 3:

Heat 1: Italo Ferreira (BRA) 13.66 def. Jesse Mendes (BRA) 13.30

Heat 2: Ezekiel Lau (HAW) 13.40 def. Kolohe Andino (USA) 13.40

Heat 3: Matt Wilkinson (AUS) 12.83 def. Jordy Smith (ZAF) 12.77

Heat 4: Frederico Morais (PRT) 11.33 def. Conner Coffin (USA) 10.40

Heat 5: Michel Bourez (PYF) 12.33 def. Michael Rodrigues (BRA) 11.14

Heat 6: Gabriel Medina (BRA) 13.60 def. Ryan Callinan (AUS) 7.33

Heat 7: Joan Duru (FRA) 12.50 def. Filipe Toledo (BRA) 12.10

Heat 8: Kanoa Igarashi (JPN) 13.60 def. Jeremy Flores (FRA) 9.77

Heat 9: Wade Carmichael (AUS) 10.17 def. Tomas Hermes (BRA) 5.30

Heat 10: Owen Wright (AUS) 15.27 def. Patrick Gudauskas (USA) 6.97

Heat 11: Adrian Buchan (AUS) 9.66 def. Willian Cardoso (BRA) 7.03

Heat 12: Julian Wilson (AUS) 13.90 def. Ian Gouveia (BRA) 7.17

 

MEO Rip Curl Pro Portugal Round 4 (H1-3):

Heat 1: Italo Ferreira (BRA) 14.60, Matt Wilkinson (AUS) 13.30, Ezekiel Lau (HAW) 6.00

Heat 2: Gabriel Medina (BRA) 11.67, Michel Bourez (PYF) 7.84, Frederico Morais (PRT) 3.63

Heat 3: Joan Duru (FRA) 11.50, Kanoa Igarashi (JPN) 9.10, Wade Carmichael (AUS) 7.93

 

MEO Rip Curl Pro Portugal Round 4 (H4, heat em falta):

Heat 4: Owen Wright (AUS), Adrian Buchan (AUS), Julian Wilson (AUS) 

 

Vê aqui a galeria exclusiva de hoje de manhã

Perfil em destaque

Scroll To Top