banner topf

Itens relacionados

quarta, 18 abril 2018 13:39

“Porto & Matosinhos Wave Series” volta a agitar as águas do Norte

Série de eventos decorre entre abril e outubro… 

 

500 atletas, nove provas de diferentes modalidades e mais de 30 mil espetadores. Porto e Matosinhos preparam-se para se transformar em autênticas capitais de desporto. O Porto & Matosinhos Wave Series 2018 está de volta às ondas do Norte com dezenas de eventos que vão reunir os melhores surfistas nacionais. Campeonatos de surf, bodyboard, stand up paddle, surf adaptado e workshops são apenas algumas das iniciativas desta terceira edição que decorre entre abril e outubro.

 

As expetativas estão em alta para o Porto & Matosinhos Wave Series 2018. “Este tipo de iniciativas reforça as características únicas das nossas praias e dinamiza a prática de desporto junto da população, cativando os mais jovens para as modalidades de água. Este ano, o Wave Series promove um conjunto de provas com muito potencial e de grande importância para os nossos atletas e apresenta várias novidades que, certamente, vão atrair centenas de entusiastas às nossas praias”, comenta Marcelo Martins, promotor da iniciativa. 

 

“Os desportos náuticos e de ondas, e o surf em particular, são hoje um dos principais ativos turísticos de Matosinhos. Queremos, por isso, aprofundar a aposta na organização de grandes eventos que promovam Matosinhos enquanto destino privilegiado para a prática destas modalidades. Atrairemos, deste modo, mais visitantes para as nossas praias, mas também mais clientes para os nossos restaurantes, para o comércio, para a hotelaria e para a programação cultural do concelho. Fazê-lo em estreita colaboração com o Porto é, por outro lado, algo perfeitamente natural: para quem nos visita, o mar, tal como a cidade, não tem fronteiras”, sublinha Luísa Salgueiro, presidente da Câmara Municipal de Matosinhos.

 

Para Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, “ano após ano, esta é uma iniciativa que se tem consolidado e crescido de forma sustentável, quer em número de provas, quer em número de participantes e também de novos praticantes. A articulação entre os dois municípios tem sido exemplar, porque ambos perceberam muito bem o mérito e o potencial desta iniciativa, que se desenvolve numa frente marítima que oferece todas as condições para a prática deste e de outros desportos ligados ao mar. É uma atividade que faz todo o sentido apoiar, até pelo enorme potencial turístico que representa para a região e para a economia local. Uma palavra também para a organização, pela forma profissional, competente e dedicada com quem tem vindo a promover e a desenvolver esta série, juntando à parte competitiva um conjunto alargado de iniciativas solidárias e de consciencialização ambiental, um tema, afinal, tão intrinsecamente ligado ao surf e aos surfistas”.

 

 

“As características da nossa costa são ideias para a prática desportiva e para tirar proveito total do Turismo Náutico, um dos produtos estratégicos com maior potencial no destino Porto e Norte. Iniciativas como o “Porto & Matosinhos Wave Series” trazem um valor acrescido para a nossa região que tem sido palco dos mais diversos eventos desportivos com um elevado retorno económico e, acima de tudo, mediático. Esta estratégia promocional do norte como destino de excelência para o surf, iniciada em 2016, tem, por isso, todas as condições para o sucesso e acredito que vai dar ainda mais força e visibilidade ao nome do Porto e Norte, cada vez mais ligado ao turismo desportivo”, reforça Melchior Moreira, presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal.

 

João Guedes, Salvador Couto e Manuel Centeno são os embaixadores desta edição do Porto & Matosinhos Wave Series. Os atletas querem incentivar a população para a prática de exercício e vão orientar os batismos de surf com várias crianças de instituições sociais locais. 

 

O cartaz foi divulgado esta quarta-feira, 18 de abril, e contou com a presença de Luisa Salgueiro, presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Nuno Lemos, Administrador da Porto Lazer, João Aranha, presidente da Federação Portuguesa de Surf e de Melchior Moreira, presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal. Nesta apresentação, foi partilhado um estudo que demonstra como a grande e crescente atratividade do país para a prática de surf está a afetar a procura e o turismo local. No final, decorreu um batismo de surf para estudantes de Erasmus que, cada vez mais, procuram as cidades do Porto e Matosinhos para se estrearem na modalidade.

 

O evento arranca oficialmente a 21 de abril com o Circuito de Surf do Norte, um campeonato regional que vai colocar em prova atletas de vários escalões.

 

--

Lê também: Tópico ‘Surf’ faz de Portugal o mais procurado online

 

Perfil em destaque

Scroll To Top