Beatriz Carvalho Beatriz Carvalho Pedro Mestre/WSL terça-feira, 17 maio 2022 14:13

Beatriz Carvalho: “É um grande orgulho representar Portugal e não abdicava de nada por isto”

Atleta de 18 anos é uma presença assídua nas praias da Costa da Caparica e em campeonatos nacionais

 

Beatriz Carvalho foi uma das candidatas escolhidas para transportar a bandeira portuguesa na mão e o surf no pé ao mundial de júniores em El Salvador, que decorrerá entre 27 maio a 5 de junho. Por este motivo, pode riscar o objetivo da lista de ambições traçadas para este ano de 2022. Mas esta não é a primeira vez que a atleta da O’Neill Europa representa Portugal, isto porque em outubro de 2019, já tinha embarcado, juntamente com a equipa nacional, para Huntington Beach, na Califórnia, para competir nos ISA World Sufing Games.

Com 18 anos acabados de fazer, a oportunidade tornou a bater-lhe à porta e Beatriz “não abdicava de nada por isto”, nem retrocedia nas escolhas que se fazem ou daquilo que se abre mão quando se é adolescente mas quer-se chegar longe no surf.

 

 

P: Qual é o teu objetivo primordial e quais são os passos que acreditas que são necessários para chegar lá?

R: O meu objetivo primordial este ano era conseguir um lugar no ISA World Surfing Games para representar Portugal, no qual fui convocada a semana passada! Estou também a competir nas etapas do circuito nacional e no circuito Europeu Junior. O meu objetivo nestes campeonatos tem sido sempre dar o melhor de mim e conseguir ultrapassar os meus limites. Estou a tentar subir nos rankings e acredito que para chegar lá é preciso muita prática e dedicação diária. Viver e respirar surf. Muito trabalho físico mas sobretudo mental.

 

P: Estás numa fase da adolescência em que tudo muda muito rápido, como é que isso se reflete a nível da tua vida profissional como atleta e a nível dos teus objetivos? Que planos tinhas que hoje já não tens mais e vice-versa?

R: Para se chegar longe no surf é preciso fazer escolhas. Ao passarmos pela fase da adolescência começamos a descobrirmo-nos a nos próprios, novas ideias , novos projetos… Entramos no desconhecido que nos faz adaptar a novas realidades.

 

P: Do que é que se abdica para se seguir uma carreira no surf?

R: Todas a escolhas que eu fiz ao logo da minha jornada foram feitas para ir ao encontro dos meus objetivos. Sempre tive pessoas que me apoiaram e guiaram neste caminho. É um grande orgulho representar Portugal e não abdicava de nada por isto.

 

Créditos de imagem: Caparica Waves

 

P: Como lidas com a derrota? Consideras que tens mau-perder?

R: Vou sempre felicitar as outras atletas e analisar de que forma posso melhorar. Aceito os meus erros e procuro encontrar soluções.

 

P: Tens realizado várias viagens ultimamente, qual foi a que mais te marcou e porquê?

R: Todas elas foram experiências únicas! Desde representar Portugal na California às memórias criadas em família. Voltei sempre com novas aprendizagens que me fizeram crescer e evoluir e ser uma pessoa e atleta mais consciente.

 

"Sou grata por todo o caminho que ela [ela própria] criou até hoje"

 

Beatriz Carvalho no QS1000 da Costa da Caparica - Estrella Galicia Caparica Surf Fest 2022, que aconteceu no início do mês de abril | Créditos de imagem: Caparica Waves

 

P: Há 5 anos disseste em entrevista à SurfTotal: “Estou a evoluir muito, mas ainda tenho muito para aprender”, o que dirias hoje a essa Beatriz de 13 anos?

R: Eu sou a Bea que sou hoje graças a todas as escolhas que essa Bea fez. Felizmente sempre encontrei aprendizagens ao longo do meu caminho. Não preciso de lhe dizer nada pois sou grata por todo o caminho que ela criou até hoje.

 

P: Estás na O’Neill há 5 anos. Há pressões quando se tem o autocolante de uma grande marca internacional? Sentes que tens de ter uma maior e mais ativa presença nas redes sociais?

R: A Oneill é uma marca com uma grande história no surf e tem sido um privilégio fazer parte desta equipa. Sempre estiveram presentes e apoiaram me durante todo o meu caminho. Este sentimento de equipa alivia toda a pressão. Relativamente às redes sociais tento manter um equilíbrio para não me desfocar dos meus objetivos.

 

Beatriz Carvalho na última etapa da Liga Meo - Joaquim Chaves Saúde Porto Pro | Créditos de imagem: Tó Mané

Perfil em destaque

Scroll To Top