Itens relacionados

segunda-feira, 07 outubro 2013 15:08

ALTOS E BAIXOS DO QUIKSILVER PRO FRANCE 2013

Com José Gregório abrir as hostilidades!

 


A região de Landes no sul de França mostrou mais uma vez ter as condições ideais para a realização de uma etapa do WCT, proporcionando ondas fantásticas aos competidores e momentos únicos a quem assistia.
 
Durante 5 dias (de competição) os melhores surfistas do mundo bateram-se, uns pela difícil requalificação para a temporada de 2014, outros pelo título mundial. Uma final Austrália vs Brasil, foram os australianos quem levaram a melhor, com o surfista Mick Fanning a levantar o troféu.
 
Assistir (e muito atento) a este Quiksilver Pro France 2013 esteve o homem forte da Quiksilver Portugal. Três vezes campeão nacional, o surfista José Gregório é o nosso convidado da rubrica Altos e Baixos, daquela que foi a 8ª etapa do World Championship Tour!
 
Quem?…mais se destacou?


José Gregório: Acho que neste tipo de ondas, beach break de picos múltiplos onde só um dos dias deu tubos a armada brasileira da nova geração destacou-se muito com o surf new school. Filipe Toledo e o Grabriel Medina foram dois grandes destaques, mas também tivemos outros a andar bem como o Julian Wilson, que está a ter um final de ano bastante bom, ou Kai Otton que também parece ter encontrado um bom ponto de equilíbrio no seu surf.




…mais desiludiu?

 

José Gregório: Acho que o Kelly (Slater) continua fora de foco, principalmente depois de ter anunciado a corrida ao título 2013 e o Parko (Joel Parkinson) que apesar dos resultados está a mostrar um surf muito banal.




…foi o mais focado?

 

José Gregório:Sem dúvida nenhuma o Mik Fanning. É outra vez o surfista mais "commitment" do tour depois da sua vitoria em 2009.


 

…foi mais favorecido?

 

José Gregório:Eu não diria que há atletas favorecidos e roubados, porque numa carreira de 10 ou 15 anos ninguém acaba campeão do mundo a não ser que mereça. Uns dias corre a favor, outros são prejudicados pelo julgamento. Já todos sabemos como é subjectivo o método de julgamento do surf, e principalmente a este nível onde são os mais pequenos detalhes que fazem a diferença. Neste momento, acho que o critério esta um pouco confuso entre o surf de rail e os aeros new school, vêem-se grande disparidades de notas de um heat para outro e isso está a deixar a nós surfistas confusos, e mais ainda o público não especializado. O Parko é um bom exemplo porque é provavelmente o melhor surfista no rail neste momento e parece estar a ter as notas muito facilmente, mas como disse acho que isso se deve a uma falta de esclarecimento do critério de julgamento.



…são os teus favoritos para a próxima etapa em Portugal?

 

José Gregório:Pelo que vi nas previsões até agora nesta primeira semana não vamos ter surf nos Super, e se tivermos será pequeno. Acho que o tipo de ondas que nos esperam vão favorecer mais uma vez os Brasileiros, Julian Wilson e claro que não podemos nunca descartar os grandes nomes, o Kelly Slater, Mik Fanning. Joel Parkinson, Taj Burrow e Jordy Smith.
 
 
 
Curiosidades:


Em termos de iniciativas de eventos em Portugal, quais são os planos da Quiksilver para 2014?
 
José Gregório: A Quiksilver tem à porta um dos melhores sk8 parks do País, talvez mesmo com o melhor bowl a nível nacional, logo muitos dos eventos que fazemos são aqui no sk8 park da Boardriders. Em 2014 vamos continuar a apoiar muito os eventos de sk8 e o nosso team, mas vamos também entrar num novo ciclo em estratégia de marketing com uma campanha mundial consertada que está neste momento a ser finalizada e que esperamos ser lançada já em Janeiro.

E no âmbito pessoal?
 
José Gregório: A nível pessoal, este final de ano de 2013 não me correu muito de feição, tive de ser operado à cervical e vou estar fora de água nos próximos dois meses. Por causa desta recuperação vou perder alguns “sweis” grandes na Nazaré, mas espero em Dezembro já estar a 100% para poder voltar a surfar ondas grandes que é uma das coisas que mais gosto, bem como andar dentro dos tubos aqui na Ericeira, daqueles com dias e dias seguidos de off-shore. Espero que principalmente a partir de Dezembro seja um bom Inverno,

Perfil em destaque

Scroll To Top