Itens relacionados

quarta, 20 dezembro 2017 17:04

Boas ondas no encerramento do XII Estoril Surf Festival

Evento terminou no fim de semana em São Pedro do Estoril... 

 

A espera compensou. O Estoril Surf Festival terminou com ondas clássicas e grande nível de Surf, apesar de este ano a linha do Estoril ainda não ter sido bafejada com as consistentes ondulações típicas do outono. 

 

Ainda assim o Surfing Clube de Portugal fez um grande esforço para dar as melhores condições em todos os campeonatos que fizeram parte do Estoril Surf Festival e o Intersócios acabou por ser a cereja no topo do bolo. 

 

Após três semanas de espera, a ondulação deste último fim de semana permitiu que 71 atletas inscritos desfrutassem de ondas clássicas na bonita baia da praia de São Pedro do Estoril e da Bafureira.

 

No sábado, a organização decidiu aproveitar as excelentes condições para realizar todas as baterias do Surf Open e o máximo de heats da categoria Longboard Open. Sem surpresas, a maioria dos sócios com melhor seeding passou aos quartos de final surfando as compridas ondas do bico em S. Pedro do Estoril. Com a maré a subir e as condições a melhorarem, a prova passou para a Bafureira e os quartos de final fizeram a estreita seleção dos oito melhores surfistas.

 

- Manuel Dantas

 

Chegou a altura do espetáculo do Longboard. Direitas e esquerdas serviam os longboarders de uma forma regular e consistente. Hang 5 e Hang 10 foram as manobras mais bem pontuadas e executadas com grande mestria. Foi nas meias-finais de ambas as categorias que surgiram as maiores surpresas. 

 

Na Open Surf, Jó Bento, talentoso surfista local, realizou a melhor onda da sua bateria, mas esperou muito tempo para fazer uma segunda onda intermédia. Como nos últimos minutos o mar não se mexeu, João Félix, surfista rodado na liga portuguesa de surf, avançou para a final com Kailani Jabour, que acabara de chegar do Havai e mostrava um surf muito agressivo com curvas bem desenhadas.

 

Kailani Jabour

 

No Longboard, a família Dantas (Manuel, João e António) encontrou-se na mesma bateria e a surpresa foi grande, pois o mais novo e recente Campeão Nacional Longboard Sub-18, Toninho Dantas, passou em primeiro lugar, deixando o tio Manuel em segundo e o novo Campeão Europeu, João Dantas, eliminado da prova. 

 

Apesar de ficar fora de prova, João estava muito orgulhoso pela prestação do seu irmão. Na outra meia-final o parceiro de surfadas de Toninho, Frederico Mittermayer e João Gama asseguraram lugar na final, eliminando o experiente Henrique Lanzano e a Campeã Nacional da disciplina, Kathleen Barrigão.

 

A finalizar este dia tivemos a grande final Open onde Kailani Jabour dominou com duas ondas muito boas. Cada um dos outros três competidores, João Maló (2.º), João Félix (3.º) e Miguel Espanhol (4.º); realizaram uma onda boa, mas não conseguiram uma nota de backup do mesmo nível para que pudessem alcançar o vencedor.

 

- Rodrigo Lebre

 

No domingo, os atletas Sub-16 contaram com condições perfeitas mas com ondas mais pequenas. Francisco Mittermayer venceu, Rodrigo Lebre ficou em 2.º, Guilherme Gonçalves e Pedro Lourenço dividiram o 3.º e 4.º lugar, respetivamente.

 

A final de Longboard foi ganha por Manuel Dantas, com João Gama, com uma excelente exibição, a ficar em 2.º, Frederico Mittermayer em 3.º e António Dantas em 4.º lugar.

 

A terminar a manhã Kathleen Barrigão venceu destacada a final feminina. Mónica Sedas, Rita Brito e Margarida Vieira completaram os restantes lugares do pódio.

 

OPEN SURF

1º Kailani Jabour

2º João Maló

3º João Félix

4º Miguel Espanhol

 

OPEN LONGBOARD

1º Manuel Dantas

2º João Gama

3º Frederico Mittermayer

4º António Dantas

 

FEMININO

1º Kathleen Barrigão 

2º Mónica Sedas

3º Rita Brito

4º Margarida Vieira

 

SUB-16

1º Francisco Mittermayer 

2º Rodrigo Lebre 

3º Guilherme Gonçalves

4º Pedro Lourenço

 

Perfil em destaque

  • Oscar Cauchi Oscar Cauchi

    Jovem surfista belga a viver na cidade do Porto… 

Scroll To Top