Obra no Porto de Sines poderá destruir melhores ondas da região. Obra no Porto de Sines poderá destruir melhores ondas da região. Foto: DR

Itens relacionados

segunda, 07 agosto 2017 10:03

Ampliação do molhe leste do porto de Sines pode vir a destruir melhores ondas da região

A empreitada para ampliação do molhe leste do porto de Sines em 750 metros foi lançada na passada sexta-feira a concurso e visa garantir a segurança e operacionalidade daquele porto...

 

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, autorizou na última quarta-feira a APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve a lançar o processo de concurso da empreitada de execução da terceira fase de ampliação do molhe Leste do Porto de Sines, com o valor base de 88 milhões de euros.

 

O concurso, lançado esta sexta-feira, tem por base a ampliação do molhe Leste em 750 metros, com o objectivo de "garantir condições adequadas de abrigo à agitação marítima, de proporcionar melhores condições de manobras de acesso e rotação dos navios de maiores dimensões, de incrementar a operacionalidade existente, cujas taxas de utilização têm vindo a crescer, e de não condicionar a expansão do porto", explica o Ministério.

 

O gabinete de Ana Paula Vitorino recorda ainda que a Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária, apresentada em Dezembro de 2016, deu prioridade máxima ao desenvolvimento do segmento de carga contentorizada no porto de Sines, que passou de uma movimentação de 20.000 TEU (unidade equivalente a um contentor) em 2004, para mais de 1,5 milhões de TEU em 2016.

 

O Ministério do Mar refere ainda que o aumento da capacidade de movimentação de contentores no porto de Sines será conseguida quer através da expansão do já existente Terminal XXI, quer através da construção de um novo terminal.

 

Surfistas da região dizem que a obra irá destruir alguns dos mais conhecidos spots da região. 

Perfil em destaque

  • Francisco Pinto Francisco Pinto

    Diretamente do Magoito para o Perfil da Semana na Surftotal… 

Scroll To Top