Itens relacionados

segunda, 13 março 2017 14:36

Forte nortada não demoveu esperanças na 2.ª etapa do Circuito de Surf do Norte

Prova teve lugar este fim de semana na Praia Internacional do Porto… 

 

Com rajadas de vento a superar os 60km/h, os jovens atletas nortenhos foram valentes num mar revolto na Praia Internacional do Porto. O dia amanheceu com chuva, mas ainda antes do início da competição, pelas 8h30m deste domingo, as nuvens empurradas pelo forte vento deram lugar ao sol.

 

A direção de prova, temendo o que veio a acontecer, continuou com o formato do campeonato do dia anterior dividido em palanque norte e sul, de modo a que se concluísse a prova antes do meio da tarde quando se esperava ainda mais vento. Entretanto, as ondas tinham crescido em relação às de sábado. Só as finais desta que foi a 2.ª etapa do Circuito de Surf do Norte 2017 foram realizadas num palanque único.

 

A primeira final do dia coube aos mais jovens, os Sub-12. O campeão em título, Salvador Tavares (AON), mesmo com um braço lesionado, mostrou que neste escalão está sem concorrência e levou de vencida Lourenço Jervell (AON) em 2.º, Jaime Olazabal (AON) em 3.º e o minhoto João Maria Pereira (SCV) em 4.º.

 

Depois foram as meninas Sub-16, onde a vilacondense Joana Anjo (CFV) obteve a primeira vitória da carreira. A felicidade era comum a todas as finalistas por terem levado de vencida o difícil mar e vento. Foram bravas as nortenhas! Com o 2.º lugar no pódio ficou a vianense Benedita Neves (SCV) e em 3.º a sua conterrânea Beatriz Millan (SCV). Em 4.º lugar ficou a atleta de Aveiro Maria Ribeiro (ASA). De salientar que este ano há um número significativo de atletas de Aveiro a correr o circuito e que este não era o mesmo sem eles. Bem-vindos!

 

Sub-18 femininos é um caso de hegemonia. Catarina Beirão (CSP), a surfista que também é bailarina, continua sem dar hipóteses. Quando precisava de uma onda com pontuação mínima de apenas 0,85 para chegar ao primeiro lugar, encontrou uma onda no outside e surfou quase até à areia com um leque de manobras muito evoluídas tecnicamente e obteve uma nota na casa do bom. O título ficou logo aí na sua carteira. Mariana Gonçalves (SCV), campeã 2016 Sub-18 de 2016, ficou no lugar seguinte do pódio. Seguiram-se Luisa Meneses (AON) e Raquel Vale (SCV). A Raquel tinha terminado anteriormente a categoria Sub-16 em 5.º lugar.

 

Muita atenção a Sacha Garcia (AON), atleta de naturalidade francesa e residente em Matosinhos! Este grande miúdo tem um talento (e tamanho) acima da média, já dá cartas e promete ser um sério caso de sucesso. Sem surpresa venceu o escalão Sub-14 e foi vice nos Sub-16. Confere o Perfil da Semana na Surftotal aqui

 

Em Sub-14, em 2.º ficou Duarte Pinho (CSP) que com manobras em ondas maiores no outside fez melhor que o vianense João Crespo (AON) que também surfou muito bem. Em 4.º, ficou o campeão dos Sub-12, Salvador Tavares (AON), num esforço enorme devido à sua lesão e ao cansaço da vitória pouco tempo antes.

 

Zema, como é conhecido José Maria Bruschy (CSP), surfou na final dos Sub-16 a um nível muito alto, com ondas na casa do excelente, deliciando os muitos espetadores que se encontravam ou passeavam por esta parte marginal da cidade do Porto neste domingo de manhã. Em 2.º, como já referimos, ficou o Sacha Garcia (AON). Rodrigo Ribeiro (CSP) foi a grande revelação deste campeonato. O pupilo do legendário surfista do Porto, “Fredy", mostrou uma evolução enorme e está ao um surf de manobras muito fortes e verticais, muito ao estilo do seu treinador. Ficou em 3.º. Em quarto lugar ficou o vencedor da 1.ª etapa nesta categoria, Filipe Cruz (AON).

 

Por vezes, nem a muita areia que já voava com o vento, mantinha os espetadores de boca fechada ao ver o lindo espetáculo proporcionado pelos finalistas da última final do dia, os Sub-18. Muitos gritos e aplausos se ouviram onda após onda. 

 

Depois de uma estadia na Austrália a trabalhar duro, o campeão nacional Sub-16 em título, Salvador Couto (AON) venceu o campeão regional Sub-18 em título, Carlos Gouveia (CSP). Em 3.º ficou outro campeão em título: José Maria Bruschy (CSP), campeão regional 2016 em Sub-14 e sem sair da água após ter vencido a final dos Sub-16. E que não se pense que o 4.º não surfou muito! Não senhor! Marcelo Martins (AON) mostrou que ser eliminado cedo nos Sub-16 foi um percalço.

 

A entrega de prémios decorreu em clima de grande festa, apressada pelo desconforto da ventania que não deu tréguas. A próxima prova do Circuito de Surf do Norte realizar-se-á a 6 e 7 de maio no mesmo local, desta vez com organização da Associação Onda do Norte. O circuito terminará uma semana depois em Espinho.

Perfil em destaque

  • Daniel Nóbrega  Daniel Nóbrega 

    Vem da margem sul, da Costa de Caparica, e está pronto para evoluir e se tornar um grande surfista… 

Scroll To Top