Hossegor quer garantir o surf olímpico na sua região. Hossegor quer garantir o surf olímpico na sua região. Foto: Masurel/WSL

Itens relacionados

terça, 31 outubro 2017 12:21

Guerra aberta por Paris 2024

Regiões francesas costeiras querem organizar competições de surf… 

 

É este o significado da expressão “estar um passo à frente”. A estreia do Surf nos Jogos Olímpicos de 2020, que têm lugar em Tóquio, no Japão (24 de julho a 9 de agosto), ainda estão longe, nem se sabe sequer se esta será uma das modalidades a manter na competição, mas na última semana os responsáveis pela região das Landes (Aquitânia) já oficializaram a candidatura para acolher as competições de surf que daí advenham. 

 

O motivo é Paris 2024, os Jogos da XXXIII Olimpíada que se realiza em França entre 2 e 18 de agosto de 2024. Ainda não é certo que o Surf volte a estar presente nos JO, mas isso não impediu Xavier Fortinon (Presidente das Landes) e Xavier Gaudio (Prefeito de Soorts-Hossegor) de tomarem a dianteira entre os concorrentes. 

 

A declaração foi feita pelos dois dirigentes na passada sexta-feira nas instalações da Federação Francesa de Surf em Hossegor, atestando que as regiões de Seignosse, Hossegor e Capbreton "têm know-how de eventos reais de surf" e que "as regiões são complementares”.

 

A declaração criou algum mal-estar entre a comunidade política, pois, como se pode adivinhar, também outras regiões vizinhas, visando a organização e o elevado número de hospedagens, como Lacanau e Biarritz, terão uma palavra a dizer neste campo. 

 

Além de tudo isto, há que ter em conta que o Surf, em primeiro lugar, tem que passar o teste no Japão e que só depois poderemos ter certeza que é para se manter. Como se isto não bastasse, também existem rumores de uma piscina de ondas a ser construída muito próxima da cidade de Paris - local das Olimpíadas.

 

Enfim, uma novela que está apenas a começar. 

Perfil em destaque

Scroll To Top