Ideia procura criar mais "surf spots" e espalhar o crowd da Gold Coast. Ideia procura criar mais "surf spots" e espalhar o crowd da Gold Coast. Foto: DR

Itens relacionados

sexta, 18 agosto 2017 15:25

Gold Coast pode recorrer a reefs artificiais para descongestionar o crowd

Ideia está numa fase embrionária e foi apresentada por Steve Barrett...

 

Na Austrállia, a região de Tweed, em Nova Gales do Sul, adjacente a Queensland, na Gold Coast, uma das mais congestionadas no que diz respeito a crowd de surf, procura levar a cabo um projeto de reef artificial que crie mais ondas para os surfistas. 

 

A ideia foi apresentada por Steve Barrett, consultor paisagístico e fundador da Offshore Surf Reefs, que visa obter numa primeira fase 100 mil dólares australianos para investir num protótipo de reef artificial destinado ao surf. Há mais de uma década que Barrett trabalha no projeto, cujo valor total é de 4 milhões de dólares. 

 

Segundo o próprio, o reef de que se está a falar produzirá uma onda similar aos emblemáticos spots de surf da Indonésia. “Trata-se de uma praia de referência que recebe bom swell, muitos praticantes e tem um problema de superpopulação de surfistas. A onda não será, muito provavelmente, muito exigente no take off, mas será suficientemente desafiante tal como as ondas indonésias que quebram sobre fundos de pedra,” disse ao Gold Coast Bulletin que partilhou a novidade esta semana. 

 

A licença e a aprovação do governo local ainda se encontra numa fase inicial, mas, caso o projeto seja aceite, o mesmo assentará numa estrutura metálica de aço (90m x 50m) que será afixada a 150 metros de distância da costa na praia de Dreamtime, situada a sul de Fingal Head. Este reef artificial será, por sua vez, preso à areia através de portentosos parafusos/âncoras. 

 

O projeto para a praia de Dreamtime surge imediatamente após a confirmação da construção de um reef artificial de 300 metros de extensão ao largo de Palm Beach, aprovado pelo conselho municipal da Gold Coast e orçado em 21 milhões de dólares. A grande diferença é que este se destina, em primeiro lugar, a deter a erosão costeira

 

Steve Barrett disse ainda ao Gold Coast Bulletin que a sua tecnologia pode ajudar no futuro a descongestionar o excessivo crowd na Gold Coast e ainda servir para criar uma atração adicional para a região. 

 

A ideia encontra-se ainda numa fase embrionária e carece de aprovação estatal para avançar, mas uma coisa nós sabemos de antemão: não há um único reef artificial no mundo que tenha funcionado até hoje!

 

--

Aproveita e lê também

FlexReef, um projeto que consiste em criar de pistas de ondas para o surf

Airwave, primeiro reef artificial amigo do ambiente

 

Perfil em destaque

Scroll To Top