Império de Mick Fanning a crescer. Império de Mick Fanning a crescer. Foto: WSL/Sherman

Itens relacionados

sexta, 11 agosto 2017 10:30

Mick Fanning e a versão “business man”

Tricampeão mundial assume papel de investidor numa marca que o patrocinava… 

 

Em fevereiro do ano passado, já a Surftotal traçava o perfil e dedicava algumas linhas às negociatas do surf. Não é bem uma nova moda entre os surfistas profissionais, como referimos na altura, mas antes o preparar o futuro até porque o surf não dura para sempre. Bem, pelo menos o da alta competição. 

 

Na altura falámos de vários investimentos, na criação de marcas endémicas e não endémicas. Enfim, de como os surfistas têm necessidade de investir o seu dinheiro de forma a manter o lifestyle que sempre procuraram ter (com um rendimento extra). Sim, porque isto de só fazer surf tem um custo (evidentemente, quando se procuram as melhores ondas e se anda a viajar constantemente). 

 

Uns lançaram marcas de roupa e livros para crianças, outros uniram-se num negócio de cerveja artesanal ou em bares, discotecas ou ainda em restaurantes de comida saudável. Também houve quem comprasse marcas de pranchas de surf ou investisse em protectores solares. Um ex-surfista da elite detém mesmo uma cadeia de hotéis. 

 

A acrescentar a essa lista, hoje, Mick Fanning anunciou que adquiriu uma quota-parte da Creatures of Leisure, uma marca que trabalha, sobretudo, o segmento dos acessórios de surf, como leash’s, capas, traction pads, mochilas, etc. 

 

Na verdade, a Creatures já era patrocinadora de Fanning há muito tempo, mas ao tornar-se sócio da empresa a natureza da relação entre ambos muda consideravelmente. Talvez agora o tricampeão mundial não receba um salário, mas se os lucros desta aumentarem, também o australiano verá a sua conta bancária engordar. 

 

“A Creatures of Leisure e eu sempre tivemos uma relação fantástica, e isto é, obviamente, um grande voto de confiança na empresa e na qualidade do produto. Vejo um enorme potencial de crescimento e posso ver-nos também a entrar em algumas novas áreas,” comentou. 

 

O império empresarial de Fanning aumenta assim um pouco mais, depois de ter lançado a cerveja Balter (juntamente com Bebe Durbridge, Josh Kerr e Joel Parkinson) e de ter também lançado uma linha de softboards que está a ter muito sucesso. 

 

Tal como as ondas do oceano não param de dar à costa, também o surf não pára de evoluir e o mundo dos negócios de se reinventar. Uma das novas formas de patrocinar atletas hoje em dia, entre a elite, ao mais alto nível, não se traduz sempre na troca de um cheque mensal como acontecia dantes, mas antes na parceria, na sociedade de vários atletas numa marca e/ou empresa e na divisão de lucros consoante o sucesso desta no final do ano. 

 

É o mundo em evolução. 

Perfil em destaque

  • Gonçalo Vieira Gonçalo Vieira

    Talento da margem sul conquista atenções no novo Perfil da Semana… 

Scroll To Top