O melhor surfista de todos os tempos revelou as suas preferências. O melhor surfista de todos os tempos revelou as suas preferências. Foto: WSL

Itens relacionados

terça, 06 junho 2017 11:19

Top 5 destinos do Mundo para Kelly Slater

Quem melhor do que o 11x campeão mundial para nos revelar as melhores ondas do planeta?

 

A temporada da World Surf League ainda nem vai a meio, mas pode-se dizer que não está a correr de feição para Kelly Slater. O norte-americano, que detém 11 títulos mundiais, está a ter alguma dificuldade em selar, de vez, o 12.º título mundial. Lesões e a ausência de Saquarema fazem com que neste momento esteja “apenas” em 18.º lugar no ranking mundial. 

 

Seja como for, KS é muito provavelmente o melhor surfista de todos os tempos e é sempre um prazer poder observá-lo. Por isso, quando o seu “Top 5 Destinos” foi revelado pela Outerknown, empresa que formou e representa atualmente como embaixador, tudo o que podemos fazer é apenas e só venerar as escolhas do mestre. 

 

Segundo kelly, estas são as cinco zonas do globo que mais lhe dizem e que ele tenta, anualmente, cruzar ou passar algum tempo. Imaginem lá qual é o seu destino preferido?

 

5 // Jeffreys Bay, África do Sul

As últimas vezes que estive em J-Bay passei alguns “lay days” a visitar reservas naturais. Eu tenho feito parte de uma iniciativa que visa proteger os rinocerontes. A vida na África do Sul é demais, seja dentro ou fora de água. Há dois anos, depois de ter perdido na meia final para Mick Fanning, ele teve um encontro com um tubarão na final. Eu tinha estado na água há cerca de uma hora. Foi, provavelmente, a primeira final em que fiquei contente por não ter participado. Não foi o primeiro ataque em J-Bay e não será seguramente o último. A natureza selvagem faz desta parte do globo algo muito especial e imprevisível. 

 

 

4// Anglet, França

Eu estive em Anglet e surfei com Tom Curren em Hossegor quando tinha 17 anos (1989). Pertencíamos à mesma equipa. Ele levou-me a conhecer os melhores spots da zona, deu-me todas as dicas durante duas semanas. Foi muito louco ter o teu herói do surf a levar-te para sua casa e a mostrar-te todos os seus segredos. Em 1992 eu venci o meu primeiro evento ASP em Hossegor e por esse motivo esse lugar será sempre muito especial para mim. É impossível comparar a comida do sudoeste francês com qualquer outra parte do globo. Foi lá que comi as melhores refeições da minha vida. 

 

 

3 // Avalon, Nova Gales do Sul, Austrália

Foi a primeira cidade em que vivi na Austrália. Comprei um pequeno apartamento com um amigo em 1992 e mantive-o durante 15 anos. É uma das minhas pequenas cidades favoritas do Mundo… podemos andar por todas as lojas que necessitemos e existem boas ondas em todos os cantos pela zona de Northern Beaches de Sydney. Tem sido a minha casa longe de casa no outro lado do mundo desde há muito tempo. Um dia destes posso regressar para ficar, mas por agora ainda lhe chamo um destino de viagem. 

 

 

2 // North Shore, Oahu, Havai

É o epicentro do surf moderno e o barómetro de todas as zonas de surf do globo. Foi aqui que passei, provavelmente, os meus melhores momentos em competição. o North Shore é um lugar carregado de história de surf. Estarei de volta em dezembro para o final da temporada da WSL. 

 

 

1 // Ilha de Tavarua, Fiji

Apaixonei-me pela pequena ilha de Tavarua há muito tempo, a qual faço questão de visitar regularmente. É, definitivamente, a minha escapadela preferida e pode muito bem ser a casa do povo mais feliz à face da Terra. A ilha tem ondas perfeitas e o pico de Restaurants fica bem em frente do sítio onde pernoitamos. Um pouco mais afastado encontra-se Cloudbreak, um outer reef, mas se prestarmos atenção há alguns secret spots que ganham vida com as condições certas. 

 

 

--

Vê o artigo original aqui

Sabe mais sobre Tavarua clicando aqui

 

Perfil em destaque

  • Constância Simões Constância Simões

    Esta semana fomos até à ponta sul do país, ao Algarve, falar com uma nova promessa do surf feminino… 

Scroll To Top