A estrutura começou a ser montada na praia esta terça-feira. A estrutura começou a ser montada na praia esta terça-feira. Foto: Gustavo Garcia/GloboEsporte.com

Itens relacionados

quinta, 20 abril 2017 09:28

Estrutura do Rio Pro já está a ser montada… em Saquarema!

Após quatro anos, a etapa brasileira do CT muda de palco… 

 

O ano passado o Oi Rio Pro, a quarta etapa do World Championship Tour, que tem lugar no Rio de Janeiro, Brasil, esteve envolta em polémica. Em causa, a poluição das águas na Barra da Tijuca, o vírus Zika e até a fraca qualidade das ondas. Foram vários os competidores que nos últimos anos associaram a poluição das águas do Postinho a enjoos, vómitos e mau estar. 

 

Após rumores de um boicote por parte dos atletas, apenas Joel Parkinson e Kai Otton optaram por não competir no Rio. Um alegou lesão no joelho, o outro questões familiares. 

 

Assim, depois de um teste falhado na praia alternativa de Grumari, estava-se mesmo a adivinhar que este ano o palco de competição seria outro. Na altura, a zona de Saquarema, localizada a cerca de hora e meia de distância e um dos spots de referência do Rio, foi inúmeras vezes mencionada como sendo a melhor alternativa para sediar o evento.

 

Depois de quatro anos a ser realizado em plena Barra da Tijuca, eis que o mundial brasileiro vai ter lugar em Saquarema, com o compromisso acrescido de passar a ser um evento sustentável. A Praia de Itaúna será o palco principal da ação, enquanto a Barrinha, do outro lado da praia, foi escolhida como a alternativa. 

 

Os surfistas da elite poderão agora usufruiu de esquerdas bem compridas, onde é possível dar várias manobras, bem como de direitas tubulares em direção ao canal. As ondas de Saquarema são conhecidas pela sua consistência e força. 

 

A World Surf League parece assim ter atendido ao apelo feito pelos atletas, optando por uma cidade pequena e menos badalada, mas que, porém, respira surf e oferece mais consistência e potencial para o desporto, proporcionando condições mais propícias e desafiantes. 

 

Os preparativos e os trabalhos de montagem da estrutura iniciaram na passada terça-feira, apesar da prova só ter lugar entre os dias 9 e 20 de maio. 

 

Segundo a organização, a estrutura principal do Rio Pro terá 100m de comprimento por 12m de largura, sendo formada por dois andares que receberá atletas, imprensa e convidados. Uma estrutura menor também será montada na Barrinha, do outro lado da praia. Os surfistas terão acesso direto do palanque à praia, sem o contato com o público, como uma medida de proteção.

 

O ano passado foi John John e Tyler Wright quem levaram a melhor. 

 

Perfil em destaque

  • Concha Balsemão Concha Balsemão

    Vem da Praia da Bordeira e é definitivamente um dos novos valores da cena nacional… 

noticias_lateral
Scroll To Top