GM e KS aguardam o resultado das últimas ondas nos 1/4 de final. GM e KS aguardam o resultado das últimas ondas nos 1/4 de final. Foto: Cestari/WSL

Itens relacionados

segunda, 20 março 2017 10:22

Kelly Slater diz que Gabriel Medina cometeu interferência nos quartos de final

Episódio quente da primeira etapa do World Tour 2017...

 

Kelly Slater versus Gabriel Medina foi um dos superheats que tivemos oportunidade de observar este último fim de semana no Quiksilver e Roxy Pro na Gold Coast, 1.ª etapa do WT que culminou com estridentes vitórias de Owen Wright e Stephanie Gilmore. 

 

A bateria entre KS e GM teve lugar nos quartos de final e acabou com o jovem brasileiro a levar a melhor sobre o veterano e multi campeão norte-americano. 14.34 vs. 13.83 pontos foi o resultado final numa disputa levada até à última onda do heat. No entanto, mais tarde, Slater acabou por reclamar uma possível interferência do brasileiro logo no início da bateria. 

 

A situação deu-se nos instantes iniciais, ainda sem prioridade atribuída, quando Kelly remou para uma onda e meteu para dentro. Um pouco mais à esquerda da onda, como se pode ver na imagem anexa, Medina puxou a prancha para deixar o caminho livre para KS, mas acabou por espumar ligeiramente a onda e a secção acabou por fechar e impedir que este saísse. 

 

 

"Achei estranho porque parecia que a onda ia abrir. Só mais tarde, quando vi no vídeo, ficou claro. Não acho que ele fez de propósito, parece-me que que ele não percebeu, mas definitivamente bloqueou a minha saída”, disse Slater em entrevista à australiana Stab Magazine. 

 

Slater ainda se dirigiu à equipa técnica do evento e pediu explicações ao chefe de juízes, Richie Porta. No entanto, segundo o próprio, a explicação foi esta: "Normalmente, deveria ser considerada uma interferência. Se eu tivesse prioridade, teria sido 100%, pois Gabriel interferiu na minha onda. Foi-me dito que a partir dos ângulos de filmagem disponível não conseguiram determinar a 100% que essa tivesse sido a causa que me impediu de sair do tubo.”

 

É o World Tour de surf de volta com toda a sua paixão e intensidade, com a melhor ação do surf internacional, polémica q.b. e casos de evento, nem sempre fáceis, para que a análise seja feita mais tarde. Vê o vídeo da situação, já de seguida, e tira a tua conclusão. 

 

 

Já agora aproveita e vê também os “highlights” do último dia (em baixo). Vale a pena, pois foi um dia muito muito intenso e pleno de surpresas. 

 

Perfil em destaque

  • Gonçalo Vieira Gonçalo Vieira

    Talento da margem sul conquista atenções no novo Perfil da Semana… 

Scroll To Top