Camilla Kemp é uma das onze presenças lusas previstas para Newcastle. Camilla Kemp é uma das onze presenças lusas previstas para Newcastle. Foto: Laurent Masurel/WSL

Itens relacionados

quinta, 16 fevereiro 2017 10:34

ARMADA LUSA COM QS6000 DE NEWCASTLE NA MIRA

São 11 os atletas portugueses que vão competir nesta que é a nona etapa da Qualifying Series em 2017… 

 

No calendário do circuito mundial de qualificação seguem-se agora dois eventos de estatuto QS6000, o Maitland & Port Stephens Toyota Pro (20 a 26 de fevereiro) e o Australian Open of Surfing (27 de fevereiro a 5 de março). 

 

Faltam, portanto, alguns dias para voltarmos a ver a armada lusa a competir na perna australiana da Qualifying Series, a nona etapa masculina (e sétima feminina) que tem lugar em Newcastle. 

 

Luís Perloiro e Jácome Correia encontram-se na ronda de 191 atletas das triagens, que tem lugar entre 18 e 19 de fevereiro, e são mesmo os primeiros atletas portugueses a competir no evento. Perloiro, que competiu nos três eventos anteriores, tem vindo a subir de forma na Austrália, ficando em 113.º,  81.º e 49.º lugar. Desta vez entra na bateria número 3 juntamente com o australiano Darcy Crump e os brasileiros Victor Mendes e Raphael Seixas. 

 

Já Jácome Correia, que ficou em 81.º lugar nos três eventos anteriores, vai agora no heat 10, com Dane Mackie, dos Barbados, e dois australianos: Gerard McCallum e Mitchell Parkinson. 

 

Um pouco mais à frente na grelha, na ronda de 144 atletas, já no evento principal, podemos encontrar mais quatro atletas portugueses. São eles Vasco Ribeiro, Miguel Blanco, Pedro Henrique e Tomás Fernandes. O primeiro entra no heat 6 juntamente com alguns nomes de peso: Cory Arrambide (EUA), Kai Otton (Austrália) e Joaquin del Castillo (Peru). 

 

Se Vasco faz em Newcastle a estreia na temporada competitiva deste novo ano, o mesmo não se pode dizer de Tomás Fernandes que já vai para a sua quarta prova do ano, igualmente com um percurso francamente ascendente que é de assinalar: 49.º em Burleigh Heads, 25.º em Cabarita e 13.º na Boomerang Beach. Fernandes irá competir no heat 16 com Jean da Silva (Brasil), Noe Mar McGonagle (Costa Rica) e Hiroto Ohhara (Japão). 

 

Quem também se encontra nesta fase são Miguel Blanco e Pedro Henrique. O primeiro vem fresquinho da temporada havaiana (49.º no Sunset OPen e 65.º no Volcom Pipe Pro) e compete com Michael Dunply (EUA), Jacob Willcox (Austrália) e Taylor Clark (EUA) no heat 18. 

 

Pedro Henrique, atual campeão da liga nacional de surf, que acaba de conseguir um fantástico 3.º lugar no QS1500 de Israel, encontra-se na bateria 23, a penúltima da ronda, juntamente com Jake Marshall (EUA), Perth Standick (Austrália) e Jonathan Gonzalez (Canárias). Decididamente, não há heats fáceis e os portugueses têm que ir com tudo. 

 

Na ronda de 96, a aguardar dois adversários, encontra-se Frederico Morais. O atleta de Cascais vai competir no heat 9 e para já só conhece um adversário - Mihimana Braye do Taiti.  

 

Por se tratar de um QS6000, a prova reúne vários surfistas da elite mundial onde são de destacar os nomes de Julian Wilson, Leo Fioravanti, Kanoa Igarashi, Jack Freestone, Owen Wright (que faz o regresso à competição), Joan Duru e ainda Matt Wilkinson que é o detentor do troféu. 

 

No lado feminino, a prova é a sétima etapa do circuito WQS e recebeu o nome de Anditi Women’s Pro. Os heats ainda não são conhecidos, mas, além da australiana Sally Fitzgibbons, que compete novamente no evento e defende o troféu conquistado o ano passado, também Teresa Bonvalot, Camilla Kemp e Carol Henrique constam da lista de inscritos, devendo competir na ronda de 72. Já Mariana Rocha Assis, igualmente inscrita, deverá competir nas triagens. 

 

Fica sintonizado para mais novidades. 

Perfil em destaque

Scroll To Top