Wayne Lynch, eventualmente o primeiro free surfer australiano. Wayne Lynch, eventualmente o primeiro free surfer australiano. Foto: Murdiella

Itens relacionados

quarta, 14 junho 2017 14:25

Wayne Lynch, o primeiro free surfer australiano

Um pouco de história e cultura nunca fez mal a ninguém… 

 

Nunca há certezas absolutamente garantidas, mas os registos dizem-nos que o havaiano Duke Paoa Kahanamoku foi o primeiro free surfer do globo na era do surf moderno. Ele surfou as águas de Waikiki juntamente com o seu amigo George Freeth - e muitos outros - até que a fama lhe bateu à porta, tal como aconteceu a muitos dos melhores surfistas da época.

 

Durante várias décadas (três ou mais)  o surf viveu da imagem do “free surf” e do ritmo imposto pelos próprios surfistas onde reinventar as quilhas, a zona onde se surfava na onda, o dormir nos carros para acordar cedo na praia e as festas constantes ditavam o dia a dia da comunidade. 

 

Pelo facto de a indústria ainda não ser muito desenvolvida e também por não haver praticamente campeonatos, os free surfers dominaram os anos 50 e até os 60. A cultura do surf vivia, praticamente, de passar o dia na praia ou andar de um lado para o outro para “apanhar a onda perfeita”. Porém, por volta dos anos 70, a figura do free surfer ganhou um novo sentido. Os primeiros contratos e patrocínios começaram a surgir e houve quem conseguisse fazer carreira a viver um “lifestyle” de puro amor ao surf. 

 

 

Na Austrália, um dos países que adoptou muito cedo a prática da modalidade, o expoente máximo do “soul surf" revelou-se na forma de Wayne Lynch. Este australiano, que nasceu para o surf quando tinha 10 anos, venceu alguns títulos nacionais e chegou mesmo a participar em vários eventos ao redor do planeta. No entanto, as expetativas irreais da altura não caíram bem na alma sensível de Lynch e este acabou por se afastar de cena por volta de 1970. Wayne estava farto de ser uma “estrela” e, embora o seu afastamento não tenha sido um ato de rebeldia, as suas críticas ao "sistema" eram conhecidas. 

 

Na verdade, Wayne Lynch era conhecido como free surfer mas muitas vezes acabava por ser reconhecido pelas façanhas competitivas alcançadas. Ele era um goofyfooter dinâmico que estava na linha da frente da evolução graças à revolucionária shortboard. Enquanto nos anos 60 e 70 a maioria dos surfistas caminhava nas suas pranchas e fazia “hang ten” nos seus veículos de 10 pés, Lynch revolucionava o surf com pranchas de 7 pés que usava para dar curvas acima-abaixo nas ondas. Seguramente, um dos primeiros a mostrar verticalidade no surf. 

 

Nasceu em 1952, em Victoria, e cerca de 13 anos mais tarde já tinha conquistado seis títulos estatais consecutivos. Mais tarde, um acidente de motorizada atirou-o para a cama durante seis meses. Voltou a surfar em 1974 e durante três anos ainda competiu em part-time

 

Hoje em dia continua a fazer o que gosta, a viver uma vida tranquila na Austrália e a shapear pranchas, atividade que já tinha iniciado no início dos anos 70. É casado e tem dois filhos. 

 

Portanto, antes de Dane Reynolds e David “Rasta” Rastovich, dois dos mais conhecidos free surfers da atualidade, é bom que se saiba que já existia Wayne Lynch, aka “The Fish". 

 

Perfil em destaque

  • Gonçalo Vieira Gonçalo Vieira

    Talento da margem sul conquista atenções no novo Perfil da Semana… 

Scroll To Top