Adriano de Souza na onda que valeu a nota do dia no 2º dia de prova. Adriano de Souza na onda que valeu a nota do dia no 2º dia de prova. Foto: WSL/Tony Heff

Itens relacionados

sexta, 17 novembro 2017 17:27

Dias de folga no Hawaiian Pro com possível reinício este sábado

Aproveita e fica a conhecer a mecânica de funcionamento de Haleiwa… 

 

Dois dias passaram sem competição no QS10,000 de Haleiwa - Hawaiian Pro, 1.ª prova válida para a Triple Crown of Surfing em 2017.

 

O evento, é a 54.ª etapa do WQS da World Surf League e tem período de espera até 24 de novembro, mas a verdade é que a previsão de surf não é famosa. Ainda assim, após dois consecutivos “lay days”, é bem possível que arranque este sábado. 

 

No último dia de competição, quarta-feira, já com o mar a deteriorar-se consideravelmente, foi o brasileiro Adriano de Souza que bateu todos os recordes naquele que se veio a traduzir no último heat do dia. O campeão mundial de 2015 apostou nas esquerdas e deu-se bem: conseguiu a nota (9.27) e a pontuação mais alta (16.97) do dia. Mineirinho já está nos oitavos de final.  

 

Por sua vez, ficaram pelo caminho alguns pretendentes ao grupo dos 10 primeiros da Qualifying Series. Casos de Alex Ribeiro (Brasil), Michael February (África do Sul) e Mike Wright (Austrália) que vão ter que aguardar pela prova de Sunset Beach, igualmente de status QS10,000, para uma última oportunidade. 

 

Nas representações portuguesas, Vasco Ribeiro foi o único a competir até agora e passou a sua bateria em segundo lugar (ver resumo aqui), juntando-se assim a Frederico Morais que, fruto de seeding e condição de rider do CT, já se encontrava no Round 3. 

  

Quando a competição retomar, Frederico Morais entra na água no Heat 5 com brasileiro Yago Dora, o australiano Dion Atkinson e o havaiano Dusty Payne. Mais tarde, no Heat 11, Vasco irá competir com Sebastian Zietz (Havai), Cam Richards (EUA) e Willian Cardoso (Brasil).

 

A primeira chamada para este sábado está marcada para as 7h00 na ilha de Oahu (17h00 em Portugal Continental). A ação pode ser acompanhada em direto AQUI.  

 

Entretanto, no vídeo que se segue, aproveita e fica a conhecer a mecânica de funcionamento de Haleiwa, uma das emblemáticas ondas da “7 mile” que compóe o North Shore. 

 

Perfil em destaque

  • Constância Simões Constância Simões

    Esta semana fomos até à ponta sul do país, ao Algarve, falar com uma nova promessa do surf feminino… 

Scroll To Top