Conhece os principais antioxidantes e as suas fontes de alimentos. Conhece os principais antioxidantes e as suas fontes de alimentos. Foto: DR

Itens relacionados

sexta, 01 setembro 2017 15:00

A importância dos antioxidantes na nutrição de um atleta

Conhece as suas vantagens para quem tem uma prática física intensa… 

 

A temporada de verão convida à prática de surf, de forma regular e bem intensa, podendo, em certos casos, o exercício físico aumentar o consumo de oxigénio em 10 a 25 vezes o valor de repouso. Isto sucede com vista a satisfazer as exigências de produção de energia, produzindo elevado stress oxidativo que conduz à produção de radicais livres.

 

Ora, radicais livres são substâncias altamente reativas e que podem provocar lesões em várias estruturas do nosso organismo. Hoje em dia são mesmo considerados a principal causa do envelhecimento, além de colaborarem com o surgimento e agravamento dos sintomas de outras doenças como, por exemplo, cancro e Alzheimer.

 

Já os antioxidantes são compostos capazes de neutralizar os radicais livres. Os antioxidantes provenientes da dieta oferecem claras vantagens para a saúde, assim como o consumo de fruta e legumes que ajudam a gerar uma atividade protetora contra o stress oxidativo excessivo.

 

Conhece os principais antioxidantes e as suas fontes de alimentos:

 

- Vitamina E (tocoferol): encontra-se em alimentos ricos em gordura de origem vegetal. Abacate, nozes, castanhas, azeite, gérmen de trigo, óleo de soja, girassol, são alguns exemplos;

- Vitamina C: encontra-se em alimentos como a laranja, limão, lima, kiwi, morango, maracujá, acerola, tomate e pimentão;

- Zinco: encontra-se em alimentos como o feijão, carne vermelha, aves, frutos do mar, nozes, castanhas, sementes, gérmen de trigo e cereais integrais;

- Beta-caroteno: encontra-se em alimentos de coloração amarelo-alaranjada ou verde escuro como a abóbora, cenoura, batata-doce, mamão, gema de ovo, couve-de-bruxelas e espinafres;

Manganês: encontra-se em alimentos como o feijão, nozes, castanhas, amora e abacaxi;

- Selênio: encontra-se em alimentos como peixe, cogumelos, mariscos, peru, castanha do Pará, sementes de girassol e cereais integrais.

 

A elevada ingestão de gorduras, açúcar, álcool e café, enfim, os erros alimentares, bem como a poluição e o tabagismo, mais o stress e os processos inflamatórios, levam a um aumento da oxidação, o que por sua vez faz aumentar as necessidades de antioxidantes naturais.

 

Um consenso relativamente à necessidade de suplementação de antioxidantes para todos os que praticam atividade física não existe, por isso, numa primeira fase, talvez o mais adequado fosse consultar o médico ou um nutricionista de forma a saber se o consumo é totalmente proporcional às suas necessidades. 

 

Boas ondas! 

 

--

Aproveita e lê também: Começar o dia com energia graças à gengibre e curcuma

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top