Surfista havaiano vai, seguramente, ajudar a elevar o nível da Liga Nacional de Surf. Surfista havaiano vai, seguramente, ajudar a elevar o nível da Liga Nacional de Surf. Foto: WSL/Nilton Batista

Itens relacionados

quinta, 13 julho 2017 14:42

Nova ameaça na Liga Nacional de Surf chama-se Kiron Jabour

Havaiano de ascendência brasileira vai competir em Sintra… 

 

Hoje de manhã, ao olharmos na diagonal para o quadro competitivo da divisão masculina do Allianz Sintra Pro, 4.ª etapa da Liga Nacional de Surf que tem lugar entre 13 e 15 de julho na Praia Grande, houve um nome que chamou a nossa atenção. Foi o de Kiron Jabour

 

Trata-se de um surfista havaiano de 25 anos, filho de João Mauricio Jabour, big wave rider brasileiro; que passou a sua infância a surfar entre a nova geração de surfistas das ilhas do Pacífico. Como se isto não bastasse, o nome de Kiron Jabour chamou ainda mais a nossa atenção porque é, na verdade, um dos regulares gladiadores da sempre intensa, difícil e exigente Qualifying Series da WSL. 

 

Em 2008, por exemplo, a Surfer Magazine elegeu-o como um dos vinte maiores talentos under 18 à face da Terra, mas só esta temporada já competiu em oito etapas da WQS, incluindo o Caparica Pro (QS1000) e o Pro Santa Cruz (QS3000) onde terminou, respetivamente, em 9.º e 33.º lugares, ocupando presentemente o 98.º posto da tabela internacional. 

 

Acontece que ele tem passado algum tempo por cá e conhece bem as ondas lusitanas. O seu Facebook indica até Cascais como local de residência atual. Por esse motivo, a Praia Grande não será, muito seguramente, uma autêntica desconhecida, mas antes um palco que já teve oportunidade de cruzar por diversas vezes nos últimos meses. 

 

A concorrência lusa não fica atrás. É certo e sabido que Vasco Ribeiro, em segundo lugar no ranking nacional neste momento, está a surfar bem e encontra-se francamente empolgado, especialmente depois do 5.º lugar obtido no QS10000 Ballito. Tiago Pires, que é o líder da Liga e o ano passado ficou em 3.º lugar nesta etapa, vai querer defender a sua posição com unhas e dentes. 

 

Eduardo Fernandes, recuperado de uma longa lesão e vencedor em Sintra em 2015, tal como José Ferreira, vice-campeão nacional em 2016, Marlon Lipke, Miguel Blanco, Gony Zubizarreta e Pedro Henrique, o campeão nacional em título, entre muitos outros, também terão uma palavra a dizer no que toca à conquista do troféu da prova sintrense. 

 

Em todo o caso, fica o aviso à navegação. 

 

Isto vai ser muito bom de acompanhar, mas é de referir que Kiron Jabour vai entrar no segundo Heat das triagens - juntamente com Lourenço Sousa, David Raimundo e António Duarte - e até pode acontecer perder de primeira. Não seria a primeira vez que tal aconteceria. 

 

Pelo sim pelo não, recordemos então algumas imagens desta nova “ameaça” registadas no último inverno por casa (o Havai):   

 

Perfil em destaque

Scroll To Top