Fica agora a saber quanto custa levar a tua prancha de surf em 2017. Fica agora a saber quanto custa levar a tua prancha de surf em 2017. Foto: DR

Itens relacionados

terça, 03 janeiro 2017 16:17

CONHECE AS TAXAS E REGRAS DAS COMPANHIAS AÉREAS PARA 2017

Fica a saber os custos que estão inerentes à tua próxima surf trip… 

 

Bem, não é de agora, mas parece que viajar com o nosso quiver pessoal se está a tornar uma tarefa cada vez mais difícil nos dias que correm. As companhias aéreas estão a rever os regulamentos de bagagem, anos após ano, e a dificultar o embarque das pranchas de surf… a não ser que se pague uma taxa adicional que, por vezes, é uma pequena exorbitância. 

 

No entanto, se estudares bem a lição e consultares as regras das principais companhias de transporte aéreo, que a Surftotal disponibiliza já de seguida, ficarás a saber onde poderás, ainda, viajar sem pagar ou, em última instância, pagar o menos possível. 

 

Confere então as taxas anunciadas para 2017: 

 

AER LINGUS

Trata-se da companhia nacional da Irlanda, sempre uma boa alternativa em voos de conexão como, por exemplo, os Estados Unidos. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima internacional: 2.77m/110in

Medida máxima regional: 2.05m/80in

Taxa: Está incluído na bagagem se o destino for a América do Norte; Para outros destinos: 40 EUR/unidade

 

AIR ALASKA

Para quem gosta de explorar os Estados Unidos. Leva duas pranchas num único saco. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 2.92m/115in

Taxa: 75 USD

 

AIR ASIA

Tem sede em Kuala Lumpur, bons preços e fazem boas ligações para a Indonésia desde a Malásia. O pré-registo da bagagem apresenta tarifas mais atrativas e e passam de 20kg para 32kg. O material tem que estar acondicionado em saco de prancha de viagem. 

Peso máximo: 32kg

Medida máxima: 2.77m/110in

Taxa em pré-registo: 30kg/19 EUR por unidade

 

AIR CALIN

A carreira aérea oficial da Nova Caledónia permite que leves um saco de pranchas de 23kg juntamente com a bagagem de mão cujo máximo é de 23kg. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 3.00m/118in

 

AIR CANADA

Uma boa opção para viajar para o Havai ou a América Central, com a vantagem de ser uma companhia amiga dos surfistas e de não se ter que passar pelos serviços aduaneiros dos Estados Unidos. O saco da prancha conta como uma das peças da bagagem de mão. Existe a possibilidade de pré-registo (com preços mais vantajosos). 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 2.00m/80in

Taxa: 5 EUR (ou 6,50 Dólares Canadianos) por saco, mas nem sempre é cobrado

 

AIR FRANCE

É um serviço possível que conta como bagagem de cliente, exceto nas tarifas económica ou básica onde existe uma taxa a pagar. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 3.00m/118in

Taxa: Entre 65 a 125 EUR, dependendo da rota

 

AIR NEW ZEALAND

Seguramente, uma das companhias internacionais que melhor trata os surfistas. Os sacos de pranchas de surf não são um entrave para a ANZ desde que se cumpra o regulamento. Também é possível fazer o pré-registo de um saco de pranchas como sendo um saco extra de mão. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 2.00m/80in

 

AIR TAHITI NUI

Quem deseja conhecer o Taiti ou aventurar-se por Teahupoo talvez prefira viajar pela Air France, pois os regulamentos de bagagem são muitos restritivos na empresa rainha da Polinésia Francesa. Medidas entre 1.80 e 2 metros tem que ser enviada como carga de porão e as pranchas acima de 2 metros não são aceites de todo. Portanto, a não ser que vás surfar meio metro, por aqui não tens grande opção... 

Peso máximo: 25kg

Medida máxima: 1.80m/70in

Taxa: Entre 65 a 125 EUR, dependendo da rota

 

AMERICAN AIRLINES

A American Airlines não baniu por completo a carga de pranchas de surf, como algumas companhias já o fizeram, mas as tarifas que põe em prática são exorbitantes. Uma opção a evitar a todo o custo. 

Peso máximo: 32kg

Medida máxima: 3.70m/145in

Taxa: 150 USD

 

AVIANCA

Nesta companhia colombiana é possível levar um saco com três pranchas + bagagem de mão, mas há uma taxa a pagar. Mesmo assim, parece-nos um bom negócio!  

Peso máximo: 32kg

Medida máxima: 3.70m/145in

Taxa: Entre 100 a 125 USD, dependendo do destino

 

AZORES AIRLINES

Permite bagagem adicional (saco de pranchas de surf) até 10kg. A partir daí, pagamento de taxa. 

 

BRITISH AIRWAYS

Desde que não exceda o peso total permitido nos regulamentos, o saco de pranchas pode ser considerado bagagem normal no check-in. No entanto, atenção à medida máxima e peso. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 1.90m/75in

Taxa: Entre 100 a 125 USD, dependendo do destino

 

DELTA

Permite o embarque máximo de apenas duas pranchas de surf, mas é definitivamente uma das opções a evitar. 

Peso máximo: 32kg

Medida máxima: 2.90m/115in

Taxa: Entre 100 a 150 USD, dependendo do destino

 

EASYJET

Uma das companhias low cost europeia que permite pré-registo e saco extra se necessário. A Easyjet transporta canoas e pranchas de windsurf, portanto, o tamanho das pranchas não é problema. Boas rede de destinos na Europa. É permitido um equipamento desportivo por pessoa e seis em pré-registo.

Peso máximo: 32kg

Taxa: 82 EUR

 

EMIRATES

Uma das principais companhias a voar da Europa para a Ásia, que detém uma frota de aviões modernos, um bom serviço e paragem no Dubai. O saco da prancha de surf pode seguir como parte da bagagem pessoal. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 3.00m/118in

 

ETIHAD

Um novo player entre as grandes que também é considerado surfer-friendly, pois o saco de prancha de surf faz parte do check-in

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 3.00m/118in

 

FLYBE

Uma companhia aérea britânica que voa entre o Reino Unido e a Irlanda. Não são os maiores aviões, mas as suas tarifas são atrativas. 

Peso máximo: 20kg

Medida máxima: Entre 1.67m e 3.00m (depende do avião) 

Taxa: 35 EUR por unidade

 

HAWAIIAN

Permite saco de pranchas, mas apenas 2 unidades por cada saco, o que é surreal tratando-se do destino considerado por excelência a Meca das ondas. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 2.90m/115in

Taxa: 35 USD (entre ilhas); 100 USD (Havai-EUA); Preços variam para outros destinos

 

IBERIA

Definitivamente a empresa que tem praticado as piores taxas no que toca a equipamento de surf, mas este ano está a permitir uma prancha como bagagem em voos de longa distância. Para sacos extras aplicam-se taxas. Em voos de curta ou média distância a taxa é de 45 EUR. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 3.50m/137in

Taxa: 35 EUR por unidade

 

ICELAND AIR

A reserva tem que ser feita com antecedência de forma a assegurar o transporte das pranchas. Existe uma taxa para equipamento desportivo médio dependendo da rota. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 2.50m/98in

Taxa: 67 EUR (do Reino Unido para a Islândia)

 

KLM

A KLM permite saco de prancha como bagagem, mas se preferir acondicionar o material numa caixa de cartão, por exemplo, este terá que ser enviado como bagagem extra. Em destinos europeus a taxa é a standard (mediante pré-registo). 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 3.00m/118in

Taxa: 68 EUR 

 

LATAM CHILE

A companhia aérea oficial do Chile permite pranchas de surf como parte da bagagem pessoal desde que se cumpram os requisitos. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 3.00m/118in

 

LUFTHANSA

Uma boa opção para vários destinos europeus, mas infelizmente cobram pelos sacos de pranchas de surf. 

Peso máximo: 32kg

Medida máxima: 2.00m/78in

Taxa: 100 EUR

 

MALAYASIAN

Uma opção bastante válida uma vez que permite o check in de dois sacos de 30kg cada. Os preços também são atrativos. De Kuala Lumpur para a Indonésia é um saltinho (ver tarifas da Air Asia, em cima). 

Peso máximo: 30kg

Medida máxima: 2.50m/98in

 

QANTAS

Como seria de esperar, a principal companhia aérea australiana carrega as pranchas de surf sem cobrar um cêntimo - mas, atenção, há que cumprir os regulamentos. 

Peso máximo: 32kg

Medida máxima: 2.7m/109in

 

QATAR

Outra das companhias aéreas do Médio Oriente que nos leva a vários apaixonantes destinos. Os seus preços parecem ser bons e por norma não cobram a mais por carregar pranchas de surf. Porém, é de confirmar de antemão as tarifas existentes. 

Peso máximo: 30kg

Medida máxima: 3.00m/118in

 

RYANAIR

A Ryanair tem as tarifas simplificadas e estas tendem a ser bastante acessíveis. No entanto, tratando-se de uma low cost, ao juntarmos as taxas, lá se vai o budget para compras e diversão. 

Peso máximo: 20kg

Medida máxima: Uma prancha standard não tem qualquer problema

Taxa: 59 EUR para cada viagem para equipamento desportivo

 

SINGAPORE AIRLINES

Voar com a Singapore Airlines é uma maravilha e a o saco das pranchas faz parte da bagagem do cliente.

Peso máximo: 32kg

Medida máxima: 2.00m/78in

 

SOUTH AFRICAN AIRWAYS

Pranchas abaixo de 2 metros podem seguir com saco adicional gratuito, mas acima dessa medida seguem como carga de porão. Confere as tarifas antes de viajares. 

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 2.00m/78in

 

SOUTHWEST

Mais uma companhia que podemos encontrar apenas nos Estados Unidos. 

Peso máximo: 32kg

Medida máxima: 2.00m/78in

Taxa: 75 USD por cada viagem

 

SRI LANKAN

Uma empresa que não tem problemas em transportar pranchas de surf, seja para o Sri Lanka ou para as Maldivas.  

Peso máximo: 30kg

Medida máxima: 3.00m/118in

 

TAP PORTUGAL

A companhia nacional tem a particularidade de transportar longboards, coisa rara nestes dias, mas as taxas apresentadas levantam muitas questões. 

Peso máximo: 32kg

Taxas: 50 EUR (até 2 metros) e 100 EUR (acima dos 2 metros) por unidade

 

THAI AIRWAYS

Pranchas de surf não fazem parte da bagagem permitida e apenas uma prancha por pessoa é permitida. 

Peso máximo: 30kg

Medida máxima: 2.77m/109in

Taxa: 100 EUR (até 2 metros) e 200 EUR (acima dos 2 metros) 

 

UNITED

Com uma tabela de tarifas como a que nos é apresentada, muito dificilmente um surfista viajará com esta companhia. 

Peso máximo: 32kg

Medida máxima: 2.90m/115in

Taxa: 150 USD (por cada viagem nos EUA) e 200 USD (por cada viagem internacional) 

 

VIRGIN

Pranchas de surf permitidas como parte da bagagem pessoal, mas as dimensões que apresentam para este ano são ridículas. Custa 76 EUR levar um saco de pranchas de surf.

Peso máximo: 23kg

Medida máxima: 1.90m/75in

 

NOTA DA REDAÇÃO: 

- A Comunidade Europeia não permite malas acima dos 32kg, mas a maior parte das companhias tem como limite 20kg ou 23kg. No entanto, muitas delas, se pagares uma taxa extra, poderão abrir uma exceção; 

- Consulta os regulamentos e em casa de dúvida telefona a confirmar antes de qualquer reserva;

- Fala com amigos, procura recomendações e opiniões;

- Procura viajar com as companhias que são surfer-friendly, pois, embora a bagagem de surf já não seja gratuita, há sempre aquelas que ainda permitem o embarque de pranchas de surf e tudo tentarão para te satisfazer;

- Chega cedo ao aeroporto, pois embarcar bagagem fora de formato demora tempo; 

- Leva uma fita (duct tape) contigo para possíveis arrumações/adaptações de última hora. 

Perfil em destaque

  • HUGO SILVA HUGO SILVA

    Tem apenas 12 anos e chega-nos da Ericeira… 

Scroll To Top