O francês Jeremy Flores a meter "para dentro" dos Supertubos. O francês Jeremy Flores a meter "para dentro" dos Supertubos. Foto: Pedro Mestre/WSL

Itens relacionados

terça, 10 janeiro 2017 16:02

O 'PORTUGUESE AFFAIR' NA WORLD SURF LEAGUE

Conhece o calendário português da WSL para este ano… 

 

Este ano Portugal recebe pela nona vez consecutiva uma etapa do circuito mundial de surf, entre 17 e 28 de outubro, mantendo-se como penúltima etapa do Tour masculino, de acordo com o calendário divulgado há tempos pela World Surf League (aqui). O Meo Rip Curl Pro Portugal será a décima de onze etapas, tal como no ano passado. 

 

De resto, o calendário da Championship Tour mantém-se praticamente inalterado, registando-se apenas nas datas de duas das provas na Austrália, com Margaret River a ser agora a segunda prova, enquanto Bells Beach será a terceira.

 

A WSL mantém o seu início na Gold Coast, também na Austrália, contando ainda com paragens no Rio de Janeiro (Brasil), em Tavarua (Fiji), Teahupoo (Taiti), Trestles (Estados Unidos) e Hossegor (França), antes de terminar com o Billabong Pipe Masters, no Havai, entre 8 e 20 de dezembro.

 

- A etapa do World Tour em Peniche é definitivamente um caso de sucesso. Foto: Pedro Mestre/WSL

 

No calendário oficial, embora ainda provisório, também foram divulgadas as provas correspondes ao circuito mundial feminino com Portugal a sediar, mais uma vez, o Cascais Women’s Pro, a oitava etapa das dez que compõem o Tour e que terá lugar de 21 de setembro a 1 de outubro. 

 

No que diz respeito ao circuito de qualificação, Portugal apresenta quatro provas: o Caparica Pro, de 10 a 15 de abril; o Pro Santa Cruz, de 11 a 16 de julho; Azores Airlines Pro, de 5 a 10 de setembro, em São Miguel; e o Cascais Billabong Pro, de 21 de setembro a 1 de outubro, em Carcavelos/Guincho.

 

Portugal é, talvez a par do Havai, o único país do Mundo a acolher

todas as competições que integram o leque do surf competitivo internacional

 

No circuito europeu Pro Junior o Caparica Junior Pro volta a ter lugar entre 10 e 15 de abril, bem como o Junior Pro Espinho que acontece de 22 a 25 de junho. No Longboard são também duas as etapas previstas para a costa portuguesa: Caparica Longboard Pro (13-15 abril) e o Longboard Pro Gaia (9-11 junho). 

 

Já o Big Wave Tour na Praia do Norte, o Nazaré Challenge, que tanta tinta fez rolar em dezembro último, volta a figurar pelo segundo ano na rota dos “chargers” internacionais. A janela abre a 15 de outubro e prolonga-se, caso necessário, até 28 de fevereiro de 2018.

 

- No Guincho, o brasileiro Jadson Andre a dar espetáculo. Foto: Pedro Mestre/WSL

 

Os factos mencionados levam-nos a concluir que existe efetivamente um “Portuguese Affair” na World Surf League. No bom sentido, claro. Os portugueses gostam definitivamente da marca WSL. Nós não diríamos que estão apaixonados, mas embevecidos estão com toda a certeza. Como moeda de troca de todo este amor têm vindo a receber a sua confiança e a tornar-se, cada vez mais, um dos principais destinos de eventos cuja sigla WSL ganha força e presença a cada ano volvido. 

 

No entanto, isto não fica por aqui. É preciso que se diga que Portugal é ainda, talvez a par do Havai, a única região do Mundo a acolher todas as competições que integram o leque do surf competitivo internacional (Championship Tour masculino e feminino, Qualifying Series masculino e feminino, Pro Junior masculino e feminino, Longboard e Big Wave Tour). Uau! Duplo uau!

 

Portugal não é só um destino de ondas por excelência e ímpar no plano da organização e empreendedorismo, como também é já um dos países que mais investe na realização de provas da associação profissional internacional. A nossa vizinha Espanha, por exemplo, apresenta oito eventos, enquanto França apenas seis. Portugal tem onze provas agendadas no calendário 2017. 

 

A razão de todo este sucesso?; questionam vocês. 

 

A resposta é simples e tem que ser dada através da enorme diversidade e qualidade das nossas ondas, pois, no fundo, foram principalmente estas qualidades que têm vindo a fazer do país o melhor destino de surf da Europa. 

Perfil em destaque

  • Mariana Garcia  Mariana Garcia 

    Tem 17 anos, muito talento e acaba de fazer uma final na Liga Nacional de Surf… 

Scroll To Top