Cristiano Ronaldo a dar o exemplo, mais uma vez, com uma camisola fabricada a partir de garrafas de plástico.  Cristiano Ronaldo a dar o exemplo, mais uma vez, com uma camisola fabricada a partir de garrafas de plástico. Foto: DR

Itens relacionados

segunda, 28 novembro 2016 11:18

O FUTEBOL A DAR O EXEMPLO AO MUNDO

Equipamento dos jogadores usado no fim de semana foi feito de garrafas de plástico… 

 

O futebol nem sempre é o melhor exemplo, como bem sabemos, mas no passado sábado o Real Madrid foi uma boa montra no que diz respeito a consciência ecológica, mostrando ao Mundo como se pode ser claramente amigo do ambiente recorrendo a um processo de reciclagem de plásticos. 

 

Para isso, a equipa do Real Madrid CF utilizou, frente ao Sporting Gijón, naquele que foi um jogo a contar para a 13.ª jornada da liga espanhola, camisolas confecionadas a partir de plástico recolhido no Oceano Indico. 

 

A iniciativa, que resulta de uma parceria entre a marca que equipa o clube e o movimento ecológico Parley for the Oceans, consiste na reciclagem de garrafas de plástico recolhidas no Índico. A poluição nos oceanos, nomeadamente de plástico, é um dos maiores problemas atuais e tem repercussão na qualidade das águas e em toda a fauna marinha que neles se encontram.  

 

 

O clube merengue, onde constam Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão, é mais um “gigante" europeu a colaborar nesta iniciativa ecológica. O FC Porto já o tinha feito em 2010, por exemplo. Mais recentemente, no início de novembro, o Bayern de Munique também viu a sua equipa utilizar camisolas feitas a partir de plástico reciclado. 

 

No fabrico de cada camisola foram usadas cerca de 28 garrafas de plástico, sendo assim feitas a partir de poliéster cem por cento reciclado. O resultado, segundo consta, é um tecido que permite uma maior evaporação do suor e aumenta a frescura da pele. 

 

O processo é vanguardista e reflete o máximo respeito pela preservação do ambiente, relembra a necessidade de apostar na reciclagem e no aproveitamento de material descartável. A aposta nesta nova tecnologia reduz o impacto negativo nas reservas do planeta e, aparentemente, aumenta o conforto do jogador que a utiliza. 

 

As camisolas usadas acabaram por dar sorte ao Real Madrid, que venceu o encontro por duas bolas a uma, e a Cristiano Ronaldo, que marcou os dois golos da equipa.

 

Este é o caminho futuro. 

Perfil em destaque

  • HUGO SILVA HUGO SILVA

    Tem apenas 12 anos e chega-nos da Ericeira… 

Scroll To Top