Itens relacionados

quinta, 26 junho 2014 09:25

SEA LIFE lança petição para acabar com caça às baleias

Em parceria com a “Whale and Dolphin Conservation”

 

Objetivo é recolher 1 milhão de assinaturas para impedir tráfico de carne e produtos derivados de baleia nos portos Europeus

 

A campanha mundial que une o Fundo de Conservação Marinha da rede SEA LIFE – em que se inclui o SEA LIFE Porto –, à organização “Whale and Dolphin Conservation” visa pressionar o Parlamento Europeu a ilegalizar a passagem de barcos de transporte e comercialização de carne e outros derivados de baleia nos portos da União Europeia, através da recolha de 1 milhão de assinaturas em todo o mundo. Apesar de na UE já ser ilegal a utilização de carne de baleia, esta campanha coloca a nu as fortes ameaças que ainda existem sobre estes animais, e evidencia que, mesmo no contexto europeu, há ainda muito a fazer.

 

Atualmente, a maioria das baleias está em risco, como é o caso da baleia azul, uma das espécies mais ameaçada de extinção, e que ainda é possível encontrar nas águas dos Açores.  Mesmo já existindo, a nível internacional, uma moratória que expressa a importância de pôr fim a esta prática, e de o consumo humano de carne de baleia ter diminuído consideravelmente, países como o Japão, a Noruega ou a Islândia continuam a agredir e a ameaçar seriamente a sobrevivência destes animais.

 

Os caçadores e traficantes de carne de baleia encontraram novos mercados que vão desde a sua utilização em produtos de cosmética até à transformação em comida para cão, e aproveitam o facto de o comércio ainda não ser ilegal na UE para aumentar a rentabilidade da sua atividade. Por esta razão, o SEA LIFE acredita que impedir o tráfico nos portos europeus permitirá inviabilizar economicamente a caça destes animais.

 

Video Selfies com “choro das baleias”

A campanha incluirá, ainda, uma ação nas redes sociais, apelando a todos os que apoiam e se reveem nesta causa para que partilhem video selfies com a reprodução do “choro das baleias”. Despertar consciências é também o objetivo do alerta agora lançado e que se prolongará até Setembro de 2014. A recolha de 1 milhão de assinaturas, em todos os Oceanários SEA LIFE, servirá assim para dar um passo importante na defesa e proteção destes mamíferos e, além das autoridades europeias, a petição será entregue à União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) e à Comissão Internacional da Baleia (CIB).

 

 

 

 

Perfil em destaque

  • Constância Simões Constância Simões

    Esta semana fomos até à ponta sul do país, ao Algarve, falar com uma nova promessa do surf feminino… 

Scroll To Top