quinta, 17 agosto 2017 15:20

No El Dorado com Gonçalo Fragoso

Ao redor do globo em busca do paraíso… 

 

3 dias, 3 aviões, 2 barcos. Oceanos, continentes, cidades, rios e desertos atravessados. É o que se faz para chegar ao paraíso.

 

Tento sempre tudo ao meu alcance para não repetir destinos, mas desde que fiquei a conhecer as Mentawai é quase impossível não voltar. 

 

Fui pela primeira vez há dois anos e desde aí prometi a mim mesmo que voltaria. Infelizmente, no ano passado não consegui mesmo ir. Por isso, este ano, não teria outra hipótese. 

 

Certo dia, o Luís Bento (fotógrafo) mandou-me uma mensagem a perguntar se, por acaso, não estava a pensar ir à Indonésia. Foi aí que entrámos em contacto. Acabei por coordenar-me com ele e marcar a minha viagem nas mesmas datas que ele.

 

O surf camp onde fiquei instalado ficava a meia hora de distância do sítio onde o Luís se encontrava. Não tendo internet nem rede móvel para comunicar, a única alternativa era uma caminhada de 30 minutos pela floresta onde me acompanhavam por uns quantos animais selvagens. 

 

Acabei por fazer este caminho umas quantas vezes, ou por mim ou por ele. O que normalmente combinávamos era ele de manhã passar de barco à frente do meu surf camp. Eu estaria, seguramente, a surfar na onda mais próxima.

 

Isto funcionou umas quantas vezes, outras não, mas o facto é que conseguimos fazer

uma sessão daquelas que vai ficar na minha memória para o resto da vida.

Foi uma surfada épica em Kandui, também conhecida como “NoKandui".

 

 

Antes da viagem, não pensei de todo que alguma vez fosse surfar esta onda. É verdade que já tinha ouvido falar muito dela, pois é um spot que impõe grande respeito. Lembro-me de estar a entrar na água e um set grande dar sinal. Foi como uma combinação de monstruosidade e beleza, uma onda tão técnica e rápida, com secções sem parar que mais parecia um close-out do que uma onda perfeita. 

 

Para mim, bem mais preocupante que o tamanho do mar era o coral, que parecia estar cheio de vontade de me cortar aos bocados. Soube muito bem partilhar esta surfada com o Luís, que me encheu de boa energia e pica. O resultado final são algumas das fotografia que podem ver em anexo e ainda um vídeo que sairá em breve.

 

Tenho de agradecer especialmente ao Luís, não só pela vontade e dedicação que mostrou em relação à fotografia e às filmagens em vídeo, mas também à paciência que teve para me aturar e ajudar durante a viagem. Aproveito também para agradecer ao grupo de portugueses que se encontrava nas Mentawai, pela ajuda e apoio disponibilizado, mas também pelas risadas e bons momentos.

 

Depois de voltar, com um sorriso grande, novas amizades feitas, umas quantas “dentadas” de coral e a barriga cheia... já só penso em marcar a próxima viagem.

 

Texto: Gonçalo Fragoso

Fotografia: Luís Bento

Itens relacionados

Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top