Itens relacionados

quinta, 30 novembro 2017 18:17

José Mestre

Talento do sul do país conquista relevo nacional… 

 

O novo perfil da semana by Surftotal levou-nos até ao sul do país, até à praia de Faro, Algarve, onde ficámos a conhecer um dos talentos locais. Confere! 

 

Nome?

José Manuel Pinheirinho Mestre.

 

Idade? 

Tenho 19 anos.

 

Praia local? 

Praia de Faro.

 

Estudos? 

Estou no momento no 12.º ano de escolaridade.

 

Anos de Surf? 

Faço surf desde os 3 anos de idade, mas só me foquei a 100% por volta dos 12 anos.

 

Quiver? 

Longboard single fin 9.2 Waveglider, longboard single fin 9.4 Waveglider uma shortboard quad 5.8 Waveglider e shortboard twin fin 5.9 Waveglider.

 

“Não levo nada a competição a sério,

pois prefiro estar tranquilo dentro de água"

 

Porque escolheste praticar surf? 

De uma certa forma não foi uma escolha, pois o surf sempre esteve presente na minha família. Então desde muito novo fui habituado a ouvir palavras como hangten, bottom-turn, aerial, etc. Dessa forma o surf sempre fez parte da minha vida desde que nasci. 

 

Pico preferido? 

Direita da Barra, Praia de Faro.

 

Última surfada memorável? 

Surfo todos os dias, mas todos temos aquele dia que nunca mais vamos esquecer. O meu foi na Praia de Faro a meio deste verão, uma tarde clássica de ondas perfeitas, água quente e pouca gente dentro de água, fiquei a surfar até ficar noite cerrada. Nunca me vou esquecer dessa sessão de surf. 

 

Maior susto? 

Quando tinha 8 anos na Ponta da Agulha em Sagres. Fui arrastado para o meio das pedras até o meu pai me ir buscar.

 

Última viagem de sonho?

Viajo muito em surf trips com o meu pai, mas a última viagem de sonho que fiz foi mesmo à Figueira da Foz onde tive oportunidade de surfar com grandes nomes do longboard. Pessoal que a gente só vê nos filmes de surf e de longboard.

 

“O longboard está a ganhar força outra vez, pois esteve no mundo “underground"

durante muito tempo e só agora começa a ganhar aos poucos

algum reconhecimento e valor pela comunidade"

 

Competição ou free surf? 

Para mim sempre foi o free surf, apesar de competir às vezes, mas não levo nada a competição a sério, pois prefiro estar tranquilo dentro de água com os amigos ou sozinho a surfar sem preocupações. 

 

Como está o surf atualmente? 

Atualmente o surf esté muito forte e cada vez a crescer mais, cada vez se veem mais pessoas dentro de água e há muito mais da cultura do surf no geral ao nosso redor. Já o longboard está a ganhar força outra vez, pois esteve no mundo “underground" durante muito tempo e só agora começa a ganhar aos poucos algum reconhecimento e valor pela comunidade. 

 

Quem é a tua grande inspiração nacional e internacional?  

Para mim a minha grande inspiração é o meu pai, Manuel Mestre, ou como é conhecido no mundo do surf, “Necas". Foi ele que me ensinou tudo aquilo que sei e também por ter uma paixão sem igual pelo surf. Tem 37 anos de surf e anda com todo o tipo de pranchas, seja longboard, shortboard, etc. 

 

Mensagem a deixar? 

O surf é um desporto lindo que não tem regras em termos de imaginação. Abram mais os vossos horizontes e não andem só com um tipo de prancha. Não façam só um estilo de surf. Não façam só um tipo de manobras. Cada tipo de prancha tem uma história. E o mais importante no surf é mesmo divertirmo-nos. 

Perfil em destaque

  • Constância Simões Constância Simões

    Esta semana fomos até à ponta sul do país, ao Algarve, falar com uma nova promessa do surf feminino… 

vimeo

 

 

Scroll To Top