Itens relacionados

quinta, 31 agosto 2017 12:00

Rodrigo Mendo 

Novo talento oriundo de Matosinhos conquista as atenções esta semana… 

 

Descentralizar é preciso, por isso, esta semana fomos até ao norte e à praia de Matosinhos onde encontrámos um dos jovens valores do surf português. Com o mês de setembro à porta e com uma viagem às Maldivas ainda bem fresquinha na memória, é mais um Perfil da Semana by Surftotal a dar sinal. 

 

Nome?

Rodrigo Silva Mendo. 

 

Idade?

17 anos. 

 

Praia local?

Sou local de Matosinhos, mas também costumo surfar em Leça da Palmeira, Espinho, Maceda…

 

Estudos?

Acabei agora o 12º ano de escolaridade. 

 

Anos de surf?

A primeira vez que me pus de pé numa prancha tinha cerca de 11 anos, mas só comecei a praticar a sério há cerca de 4 anos. 

 

Quiver?

Neste momento, tenho uma Al Merrick 5’9" e uma Polen (Timmy Patterson) 5’8”. 

 

“[No free surf] estamos totalmente relaxados e em sintonia com a natureza

e ainda posso partilhar ondas e bons momentos com os meus amigos"

 

 

Por que escolheste praticar surf?

Desde pequeno que gosto de praticar qualquer tipo de desporto, e o surf era um dos desportos que, aos 11 anos, ainda não tinha experimentado. Convenceram-me então a fazer um curso de verão numa escola perto de casa para ver se gostava. Adorei a sensação que este desporto me transmitiu, mas, na altura, fiquei-me só por esse verão. Passados dois anos, convenceram-me a fazer parte de outro curso de verão mas desta vez noutra escola onde diziam ser tudo diferente e que, possivelmente, iria gostar mais. E, foi depois desse verão que nunca mais parei, essa escola é a SurfTrainingSchool.

 

Pico preferido?

Tenho vários, mas o que gosto mais é os Cagas, em Espinho.

 

Última surfada memorável que tenhas feito?

Última surfada memorável foi há poucos dias em Sultans (Maldivas) onde pude desfrutar de ótimos momentos e de muito boas ondas com o meu treinador e com vários amigos.

 

Maior susto?

Este episódio aconteceu em Espinho num dia clássico de inverno, nos Cagas.

 

Última viagem de sonho?

Nunca tinha saído do país para surfar até há cerca de duas semanas, onde pude realizar uma das minhas viagens de sonho. Tive a oportunidade de me deslocar até às Maldivas e surfar das melhores ondas que já surfei com amigos e muito boa disposição.

 

Competição ou free surf?

Gosto de competir, pois temos sempre de nos elevar ao máximo e dar tudo por tudo se queremos alcançar os nossos objetivos, mas prefiro o free surf uma vez que estamos totalmente relaxados e em sintonia com a natureza e ainda posso partilhar ondas e bons momentos com os meus amigos.

 

“Tenho a certeza que também há tanto

ou mais potencial nas outras zonas do país"

 

 

Como está o surf atualmente?

Vejo cada vez mais “groms" a partir tudo dentro de água! O surf em geral, mas principalmente o surf português, hoje em dia está constantemente a evoluir e podemos ver isso muito bem com os excelentes resultados que os surfistas portugueses têm vindo a obter, como por exemplo os do Kikas. Só tenho pena que o surf em Portugal se tenha concentrado tanto na região centro, tenho a certeza que também há tanto ou mais potencial nas outras zonas do país, sendo um desses sítios o norte. Não há só grandes surfistas no centro…

 

Quem é a tua grande inspiração nacional e internacional?

A minha inspiração a nível nacional é o Frederico Morais por tudo o que fez para conseguir alcançar os seus objetivos e pelo incrível surf que tem vindo a demonstrar. A nível internacional são o John John Florence, Dane Reynolds e o Kolohe Andino.

 

Mensagem a deixar?

O surf tem cada vez mais impacto no nosso país e atrai cada vez mais estrangeiros a visitar-nos. Acho que as pessoas encarregues da gestão do nosso país deveriam ter, em geral, mais em consideração tudo o que é ligado a natureza, porque o que ela nos proporciona é bastante superior ao que alguma vez poderemos fazer se a destruirmos. Gostaria de agradecer à Surftotal por me ter dado esta oportunidade e por me deixar a par de todas as novidades do mundo do surf. Agradeço também a todos os que me apoiam, como o meu treinador “Mokas", mas também aos meus pais pelo facto de estarem sempre presentes. Para terminar, incito todas as pessoas a praticar desporto, pois aumenta o nosso bem-estar e podemos partilhar bastantes momentos inesquecíveis com os nossos amigos. Mas, acima de tudo, respeitem-se uns aos outros. Eu escolhi o surf, e tu?

Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top