Itens relacionados

  • Francisco Pinto
    Diretamente do Magoito para o Perfil da Semana na Surftotal…
  • Catarina Beirão
    Na mira uma jovem surfista do norte...
  • Rodrigo Mendo 
    Novo talento oriundo de Matosinhos conquista as atenções esta semana…
  • Raquel Vale
    Jovem surfista do norte a conquistar todas as atenções esta…
quinta, 23 março 2017 16:30

Nilton Freitas

Local de Porto da Cruz é um dos novos valores madeirenses… 

 

Nilton Freitas, 12 anos, é um dos “groms” que se anda a destacar pela Ilha da Madeira. Esta temporada, no Circuito Regional de Surf Esperanças, venceu duas etapas de rajada na divisão sub-14, mas a coisa promete não ficar por aqui. Aproveita e confere, agora mesmo, a atualização que se impõe: 

 

Nome? 

Nilton Freitas.

 

Idade?

12 anos. 

 

Praia local?

Porto da Cruz (Alagoa), Ilha da Madeira. 

 

Estudos? 

6.º ano de escolaridade. 

 

Anos de Surf? 

Surfo há dois anos consecutivos.

 

Porque escolheste praticar surf? 

Foi numa altura em que deixei o triatlo, comecei a fazer ATL´s de bodyboard e, um dia, estava a praticar na praia de Machico e vi um rapaz a fazer surf. Achei espetacular ele conseguir colocar-se em pé em cima da prancha. Experimentei e vi logo que este era o meu desporto, porque surfar uma onda é indescritível! 

 

"Experimentei e vi logo que este era o meu desporto,

porque surfar uma onda é indescritível!"

 

Pico preferido?

Fajã da Areia, porque há direitas e esquerdas com muita parede. O fundo é de rocha e as ondas são cavadas e perfeitas.

 

Última surfada memorável que tenhas feito?

Porto da Cruz (Alagoa), porque consegui encaixar várias manobras de lip.

 

Maior susto? 

Ui, já foram alguns… mas o último foi na Ponta Pequena.

 

Última viagem de sonho? 

Ainda não houve uma última, mas há uma vontade enorme para ir surfar à California, surfar em Trestles e nas Maldivas.

 

Competição ou free surf? 

Free surf, sem dúvida! No entanto, é a competição que faz me crescer e ver o que ainda tenho que trabalhar para chegar ao topo.

 

“É a competição que faz me crescer e ver o que ainda tenho que trabalhar"

 

Como está o surf atualmente? 

O surf está muito competitivo, muito técnico e muito evoluído. Aqui, na ilha da Madeira, sinto que estou limitado e que preciso ir viver para o continente para estar junto dos melhores e fazer uma carreira no surf.

 

Quem é a tua grande inspiração nacional e internacional? 

Frederico Morais, porque foi dos únicos portugueses a chegar ao WCT! Eu também quero lá chegar. Internacionalmente, apesar de John John Florence ser campeão mundial, prefiro Stu Kennedy porque apresenta um surf fluido com muito power.

 

Mensagem a deixar? 

Venham fazer Surf! É uma modalidade espetacular e perfeita para quem gosta de desportos com adrenalina.

Perfil em destaque

  • Francisco Pinto Francisco Pinto

    Diretamente do Magoito para o Perfil da Semana na Surftotal… 

vimeo

 

 

Scroll To Top